O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Sporting

Bruno de Carvalho garante. "Ninguém foi suspenso, isto é só para estragar o feriado"

13 jun, 2018 - 15:53

Reação inflamada do presidente do Sporting, à SIC Notícias, após suspensão preventiva da Direção decretada pela Comissão de Fiscalização nomeada pela Mesa da Assembleia Geral.
A+ / A-

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, não acata a suspensão que lhe foi imposta pela Comissão de Fiscalização designada pela Mesa da Assembleia Geral (MAG) do clube, por considerar que essa mesma comissão é ilegítima e que a MAG está a tentar "tomar o poder à força".

O líder dos leões, já depois de um inflamado "post" publicado na rede social Facebook, reagiu de forma incisiva à suspensão preventiva de que foi alvo.

"É uma tentativa de tomar o poder à força. O único órgão eleito legitimamente em funcionamento é o conselho diretivo e tomamos as nossas decisões, perante os estatutos e a lei, e as decisões são as corretas. Existe uma Comissão Transitória e de Fiscalização no Sporting que não é esta", declarou, em entrevista à SIC Notícias, via telefone.

Afirmando-se tranquilo e comparando a Comissão de Fiscalização a um pelotão de fuzilamento, com o único intento de afastar a atual direção, Bruno de Carvalho desafiou-a a provar a sua legitimidade em tribunal.

"Ninguém foi suspenso. Isto foi apenas para estragar o feriado. As pessoas perceberam perfeitamente que a assembleia geral do dia 17 vai ser de sucesso. São jogadas, golpadas, um ultimato de desespero", acrescentou o suspenso líder leonino.

A nota de culpa emitida pela Comissão de Fiscalização designada pela MAG, que tem efeitos imediatos, já seguiu para os membros do Conselho Diretivo, que têm agora 10 dias úteis para o contraditório.

Entretanto, os membros do Conselho Diretivo estão suspensos dos cargos e impedidos de entrar nas instalações.

Bruno de Carvalho está suspenso da presidência do Conselho Diretivo do Sporting - não tendo a Comissão de Fiscalização poder de intervenção na SAD -, cabendo à Comissão de Gestão que ainda hoje será anunciada por Jaime Marta Soares, presidente demissionário da MAG, nomear um representante na SAD, da qual o clube é acionista maioritário.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.