A+ / A-

João Mário aconselha jogadores que rescindiram com o Sporting a não irem para Itália

12 jun, 2018 - 09:09

O médio da seleção nacional e ex-jogador do Sporting garante que os jogadores em questão estão focados no Mundial.
A+ / A-

João Mário aconselha os jogadores da seleção nacional que rescindiram unilateralmente contrato com o Sporting, Rui Patrício, William Carvalho, Bruno Fernandes e Gelson Martins, a não seguirem carreira em Itália.

Em conferência de imprensa, esta terça-feira, o ex-jogador do Sporting destacou que as rescisões "são assuntos paralelos", mas não deixou de dar um conselho aos antigos companheiros:

"O campeonato italiano está fora de questão. Mas isso não é pergunta para agora. Todo o grupo está focado naquilo que é importante, o jogo com a Espanha. A maioria dos jogadores vai jogar o Mundial pela primeira vez e isso é uma motivação grande para todos nós. Tudo o que seja assuntos paralelos ficará para depois do Mundial".

João Mário lembrou que "Portugal vai jogar uma competição muito importante" e que assuntos como os das rescisões "não entram" no grupo. "Temos um jogo muito importante sexta-feira e todo o grupo está muito focado nisso. Acho que isso é o mais importante", realçou.

Sobre o jogo com a Espanha, o médio do Inter de Milão, que jogou no West Ham, na segunda metade da época, e já manifestou vontade de não voltar a Itália, garantiu que a seleção "tem preparado da melhor forma".

"Vamos ter um grande adversário pela frente e é nisso que temos de estar focados, não pode ser outra coisa", frisou.

Portugal estreia-se no Mundial diante da Espanha, na sexta-feira, às 19h00, em Sochi. A partida de arranque da seleção terá relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.