O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Revista de Imprensa

Sporting ligou a Scolari

07 jun, 2018 - 09:32

Confira os títulos da imprensa desportiva desta quinta-feira.
A+ / A-

Entre os casos de justiça em que o nome do Benfica está envolvido, as palavras de Facundo Ferreyra e o desejo de Ronaldo, há um destaque comum a todos os desportivos, esta quinta-feira: Luiz Felipe Scolari.

"Scolari ao preço de Jesus", titula "O Jogo", informando que a proposta apresentada ao treinador brasileiro é de quatro milhões de euros limpos. "A Bola" baixa a fasquia e revela que a oferta é de 2,5 milhões/ano. O "Record" confirma que há contactos com Scolari, mas revela que Marcelo Bielsa também está na lista.

"E vão cinco", lê-se na manchete do jornal "O Jogo". Investigação ao Benfica por fraude e branqueamento de capitais junta-se aos casos e-mails, e-toupeira, Lex e aliciamento. Sexta busca à Luz em 20 meses, contabiliza o diário. "Lavagem de dois milhões investigada", anota o "Record".

"A Bola" dedica a manchete a Facundo Ferreyra: "Fala o craque". O avançado foi confirmado como reforço do Benfica.

A primeira página do "Record" tem Cristiano Ronaldo em grande destaque: "Ronaldo vai sair do Real". Decisão irreversível do capitão da seleção portuguesa. Em causa incumprimento de promessas de Florentino Pérez. Não se trata de dinheiro, informa o jornal, mas sim do reconhecimento do seu estatuto. Itália, França ou Inglaterra são destinos possíveis.

A detenção de Fernando Mendes, antigo líder da Juventude Leonino, no âmbito no caso das agressões em Alcochete, e de mais três indivíduos é tema transversal aos três desportivos.

A chegada de Dalot ao Manchester United, a visita de Marcelo à seleção e o jogo com a Argélia, desta noite, também pintam as primeiras dos três jornais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.