A+ / A-
Sporting

Battaglia. "A minha ideia é sair"

05 jun, 2018 - 10:53

Médio argentino recordou, no seu país, a invasão à Academia de Alcochete. "A porta estava fechada, não conseguíamos sair", contou.
A+ / A-

Rodrigo Battaglia admite deixar o Sporting, depois das agressões de Alcochete e de um final de época turbulento. No programa "Tarde Redonda", da Fox Sports Argentina, o médio leonino abordou o terror vivido no centro de estágio leonino.

"A minha ideia é sair. Tudo isto me fez repensar muitas coisas, mas, acima de tudo, está a minha família. Gostava que isso não tivesse acontecido porque a minha vontade era continuar no Sporting", assegurou, antes de recordar os incidentes.

"Estávamos no treino e entraram 50 pessoas, de cara tapada. De capuz, com a cara escondida. Não esperávamos o que aconteceu, houve pânico. Ativaram o alarme de incêndio, a porta estava fechada, não conseguíamos sair", contou o jogador, que garante não ter nos planos regressar à Argentina em breve.

"Huracán? Um dia, se tiver a possibilidade de voltar, gostava. Mas quero ficar por muito mais tempo na Europa", acrescentou Battaglia, que também tem sido apontado como um dos atletas que pretende rescindir com o Sporting.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.