O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Oliveira de Azeméis reforça espólio da Casa-Museu de Ferreira de Castro

04 jun, 2018 - 11:26

Autarquia adquiriu documentação em leilão que vai enriquecer a Casa-Museu do autor de "A Selva", um dos escritores mais importantes da literatura portuguesa século XX e dos mais traduzidos.
A+ / A-

A Câmara de Oliveira de Azeméis adquiriu, em leilão, um conjunto de manuscritos, fotografias e um cartaz num leilão com o objectivo de enriquecer o espólio da Casa-Museu Ferreira de Castro, numa altura em que se assinalam os 120 anos do nascimento do escritor.

Um documentário sobra a vida e obra de Ferreira de Castro, produzido pela Telecine em 1971 foi também adquirido para enriquecer o espólio, que passa a integra 37 cartas redigidas pelo escritor.

O vereador Rui Luzes Cabral diz à Renascença que “a aquisição representa a valorização do conhecimento sobre a sua vida e irá enriquecer o património cultural de Oliveira Azeméis”.

Estes documentos mais recentes estão em exposição até sábado, dia 9, na Biblioteca Municipal de Oliveira de Azeméis. Daí, a documentação seguirá para a Casa-Museu do escritor, situada na freguesia de Osseta.

Em 2017, a Casa-Museu de Ferreira Castro recebeu perto de um milhar de visitantes, mas a autarquia está apostada em duplicar o número de visitantes até final de 2018.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.