A+ / A-

Quatro detidos da operação "Cashball" chegaram ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto

17 mai, 2018 - 15:02

André Geraldes e outros três arguidos no âmbito da operação "Cashball", que trata suspeitas de corrupção ativa no andebol e no futebol.
A+ / A-

Os quatro detidos no âmbito da operação "Cashball", sobre suspeitas de viciação de resultados de andebol e na I Liga de futebol, chegaram, esta quinta-feira, ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde serão identificados e ouvidos por um juiz.

André Geraldes, diretor para o futebol do Sporting, além de Gonçalo Rodrigues, João Gonçalves e Paulo Silva, todos acusados de 18 crimes de corrupção ativa, por alegado aliciamento de árbitros de andebol e jogadores de futebol, deixaram as instalações da Polícia Judiciária, onde pernoitaram, e já se encontram no tribunal.

Espera-se que sejam emitidas as medidas de coação ainda esta quinta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.