O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Crise Sporting

É "pouco provável", mas Ricciardi não descarta candidatura ao Sporting

16 mai, 2018 - 22:38

Banqueiro e reconhecido sócio verde e branco "lança" nome de Rogério Alves como possível candidato à presidência do Sporting.
A+ / A-

José Maria Ricciardi não descarta a possibilidade de se assumir como presidente do Sporting num futuro próximo, mesmo admitindo que o cenário pode ser pouco provável.

Em entrevista à SIC Notícias, o banqueiro e reconhecido sócio leonino confessa que, perante o atual estado de ebulição que se vive para os lados de Alvalade, pondera refletir sobre o assunto.

"Não sei se serei, não é esse o meu projeto de vida, mas não vou dizer perentoriamente que não serei. Nessa altura irei tomar uma decisão, será pouco provável, mas não digo que não serei. Nunca quis ser candidato mas irei refletir. Tem de ser por paixão e não por obrigação", afirmou Ricciardi, "lançando" para a mesa de discussão o nome de Rogério Alves.

"É um ilustre sportinguista com todas as condições para ser presidente do Sporting", disparou.

Exigência imediata: demissão de Bruno de Carvalho e constituição de comissão de gestão

Prioridade número um para José Maria Ricciardi: demitir Bruno de Carvalho, apesar de o atual presidente não estar inclinado para uma saída, em prol do futuro a curto-médio prazo do Sporting.

"Não me parece que esteja na mente do presidente demitir-se, são as informações que tenho e por isso apelo aos restantes membros da direção. Porque se houver problemas patrimoniais, não vai ser só o presidente a responder por eles. Do ponto de vista patrimonial as consequências são muito graves porque há possibilidade dos jogadores rescindirem caso este presidente se mantiver no cargo. Esse problema pode ser atenuado caso saia. Porque os jogadores recusaram falar com ele e não creio que não vão querer falar mais com este presidente", alertou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rui
    16 mai, 2018 Lisboa 23:16
    Alguém anda a despejar o liquido todo...