O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Invasão em Alcochete

GNR deteve 23 suspeitos e interrogou outras 36 pessoas

16 mai, 2018 - 13:20 • Celso Paiva Sol

Num comunicado enviado às redações esta quarta-feira, a Guarda Nacional Republicana esclarece como tudo decorreu nos treinos de terça-feira na Academia do Sporting.
A+ / A-

A Guarda Nacional Republicana (GNR) esclarece, em comunicado, esta quarta-feira, a sua atuação antes, durante e depois dos incidentes de terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete.

A GNR diz que foram detidos 23 suspeitos e recolhidos depoimentos de outras 36 pessoas, entre jogadores, elementos da equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do clube.

Para além disso, foram apreendidas cinco viaturas ligeiras - nas quais os suspeitos se fizeram transportar os suspeitos - bem como diversos artigos relacionados com os crimes cometidos.

A GNR esclarece ainda que foi alertada pela Direção da Academia, às 17h06, para o facto de as instalações estarem a ser invadidas por indivíduos que exigiam falar com a equipa técnica e com os jogadores. De imediato, esclarece a GNR, foram acionadas patrulhas para o local.

Onze minutos depois, houve um segundo telefonema do Sporting, pelas 17h15, dando conta de que os invasores estavam encapuçados e que já tinham agredido jogadores e técnicos.

A GNR diz que chegou à Academia pelas 17h20, 14 minutos depois do primeiro alerta, e que, de imediato, foi interceptando as várias viaturas envolvidas nos incidentes.

Os 23 suspeitos detidos foram transportados para o posto territorial de Alcochete.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.