O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

André Geraldes e mais três detidos nas buscas à SAD do Sporting

16 mai, 2018 - 11:23

Foram detidos quatro elementos por alegada prática de crimes de corrupção ativa. Operação envolveu 40 elementos da PJ.
A+ / A-

A Polícia Judiciária (PJ) deteve quatro pessoas por possível prática de crimes de corrupção ativa no desporto, a propósito das buscas nas instalações da SAD do Sporting, com mandados de detenção, no âmbito da investigação a alegada corrupção no andebol e no futebol do clube. André Geraldes será um dos quatro detidos, segundo a CMTV.

"A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, e no âmbito de inquérito dirigido pelo Ministério Público – DIAP do Porto, deteve quatro pessoas pela presumível prática dos crimes de corrupção ativa no desporto", informa a PJ, em comunicado. A operação envolveu 40 elementos da PJ e incluiu cerca de dez buscas domiciliárias e no clube.

Além do "team manager" do Sporting, a PJ terá detido Gonçalo Rodrigues, funcionário do gabinete de apoio ao atleta do clube, e Paulo Silva e João Gonçalves, ambos empresários, conforme a CMTV.

A PJ acrescenta que os detidos serão presentes às competentes autoridades judiciárias para interrogatório e aplicação das medidas de coação que se considere necessárias.

De acordo com o "Correio da Manhã", a PJ terá alargado o âmbito da investigação ao alegado esquema de suborno a árbitros no andebol e um dos encontros sob suspeita, no futebol, é o Vitória de Guimarães-Sporting, da terceira jornada da I Liga, que terminou com goleada dos leões, por 0-5. A PJ estará a tentar determinar se houve alguma tentativa de corrupção, por parte dos dirigentes leoninos.

[notícia atualizada às 12h29]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Jose Silva
    16 mai, 2018 Gaia 15:26
    Estou à espera das conclusões do maior escândalo de corrupção no futebol português ( emails e toupeiras), por parte do clube do antigo regime.
  • 16 mai, 2018 13:14
    O futebol ja esta descradebilizado a algum tempo tudo por causa da de comentadores televisos! Se continuar assim vao destrui-lo completamente!
  • 16 mai, 2018 12:30
    Isto e um grupo organizado de terrorismo! Nao facam comparacoes com o que acontece no mundo do futebol noutros paises por favor?
  • VICTOR MARQUES
    16 mai, 2018 Matosinhos 12:28
    Eis a Democracia no seu melhor!... "É fartar vilanagem"!!!...
  • 16 mai, 2018 palmela 12:17
    Nao e so o presidente que ficou vexado ! Eu tambem fiquei vexada" temos um governo que so se preocupa com gays ,eutanasias e afins! A erc nao tem ninguem que os regule cada um ladra para seu lado "isto nao e um pais e uma selva desgovernada!