O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Eutanásia

O valor da vida “é inviolável” para a Comunidade Israelita de Lisboa

16 mai, 2018 - 07:34 • Ana Lisboa

É a posição do rabino Natan Peres, a propósito da conferência sobre eutanásia que decorre esta quarta-feira em Lisboa.
A+ / A-

Veja também:


O rabino da Comunidade Israelita de Lisboa admite que houve unanimidade em relação ao tema da eutanásia entre as diferentes confissões religiosas que fazem parte do Grupo de Trabalho Inter-Religioso.

Natan Peres sublinha que “cada religião pode ter a sua filosofia específica em relação à importância da vida. Mas em relação ao tema geral de que precisamos estar juntos e perante este debate na sociedade portuguesa, eu acho que foi unânime”.

No entender deste rabino, “isto também mostra que há oportunidade de colaboração entre as religiões”.

“É um tema importante não só para a comunidade judaica”, mas “que preocupa a todos”.

É que, “no judaísmo, o valor da vida é algo tão inquestionável, importante e fundamental que acho que podemos contribuir no ponto positivo e focar no valor da vida”, explica ainda.

O rabino de Lisboa diz também que tem acompanhado a discussão em torno da eutanásia para poder perceber o ponto de vista e o contexto dos debates na sociedade portuguesa.

Interrogado sobre se alguma vez enfrentou situações limite em hospitais no âmbito da assistência religiosa, garantiu que já lidou com” esse tipo de dilema”, mas não em Portugal onde está há pouco tempo, mas sim na Holanda.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Augusto
    16 mai, 2018 Lisboa 13:01
    Comunidade israelita de Lisboa, o que é isso, alguma filial da embaixada. O nome deveria ser Associação dos portugueses de religião judaica.
  • Netta
    16 mai, 2018 Eurovisão 09:20
    Então e se for uma vida de um palestiniano ?