O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Fátima

Terço do centenário já rendeu mais de meio milhão de euros

12 mai, 2018 - 10:55 • Ana Carrilho

Por cada peça vendida, um euro reverte para o Centro de Reabilitação e Integração de Fátima, que vai investir o dinheiro num lar residencial para adultos portadores de deficiência.
A+ / A-

O Centro de Reabilitação e Integração de Fátima (CRIF) vai receber um apoio superior a meio milhão de euros graças às vendas do terço Comemorativo do Centenário das Aparições.

O terço, criado em 2016 numa parceria entre o Santuário de Fátima, a Imprensa Nacional - Casa da Moeda e a ACISO (Associação Empresarial Ourém-Fátima), tem estado a ser vendido ao público por 12 euros. Por cada peça vendida, um euro reverte a favor do CRIF. O objetivo é construir um lar residencial para adultos portadores de deficiência e para as famílias que não têm capacidade de prestar o necessário acompanhamento.

Em declarações à Renascença, o presidente da ACISO, Domingos Neves, explicou que o apoio angariado até agora foi de 516 mil euros, correspondente à venda de 516 mil terços.

O ano do centenário potenciou a aquisição da peça certificada e numerada, mas o sucesso da campanha ditou a sua continuação. Domingos Neves sublinha que o terço continua à venda e que as encomendas estão novamente a aumentar, depois de ter sido registado um abrandamento natural a seguir à celebração aniversária de Outubro.

Além dos portugueses, os brasileiros, italianos, polacos e filipinos foram os que mais procuraram este terço.

Os membros da ACISO fazem, aliás, questão de publicitar a peça em todas as viagens de promoção do destino Fátima em feiras de turismo religioso.

“Oferecemos sempre alguns e esses alguns multiplicam-se por muitos milhares”, esclarece Domingos Neves, realçando o caso do Brasil. “Estivemos lá no ano passado, na Expo Católica de São Paulo, e oferecemos três terços a figuras públicas de referência nas áreas artística, cultural e religiosa. Essas pessoas acabaram por promover a venda no Brasil em muitos milhares e deram uma força muito grande ao terço como recordação do centenário das aparições de Fátima e à causa social que a venda apoia.”

Depois das Filipinas e da Coreia do Sul, mais alguns terços estão já reservados para a Índia – o próximo país que a ACISO vai visitar para promover Fátima – e novamente para o Brasil.

Entretanto, o projeto para a construção do lar dos utentes do CRIF está à espera de aprovação das entidades competentes. Sobre isto, Domingos Neves diz esperar que as obras avancem nos próximos meses.

“Estou ansioso por entregar o dinheiro angariado à instituição, porque é uma causa muito importante”, confessa. Tal só deverá acontecer depois de o projeto ser aprovado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.