A+ / A-

Sporting esgota bilhetes para a final da Taça

09 mai, 2018 - 20:56

Leões anunciam encerramento da venda de ingressos para jogo com o Desportivo das Aves. Decisão da prova rainha arranca às 17h15 de 20 de maio, com relato na Renascença e acompanhamento em rr.sapo.pt.
A+ / A-

O Sporting anunciou, esta quarta-feira, ter esgotado os bilhetes que lhe foram atribuídos para a final da Taça de Portugal, frente ao Desportivo das Aves e que está agendada para 20 de maio.

A informação surgiu assim que findou o prazo para eventual devolução de ingressos, por parte dos dois finalistas, à Federação Portuguesa de Futebol. Ora, como tal não sucedeu de ambas as partes, a venda de entradas para a decisão da prova rainha está oficialmente encerrada para os lados de Alvalade.

"Em virtude de terem sobrado apenas 57 bilhetes da primeira fase de venda com bilhete assegurado (destinado aos Sócios Gamebox 2017/2018 e com 11 a 15 anos de lugar anual no novo Estádio José Alvalade), e na medida em que o Clube Desportivo das Aves não fez qualquer devolução à Federação Portuguesa de Futebol no dia de hoje - prazo acordado entre as três partes em reunião preparatória ocorrida a 24 de Abril - o Sporting Clube de Portugal informa que a venda dos bilhetes para a final da Taça de Portugal está encerrada nas bilheteiras do Estádio José Alvalade, após 6 dias completos de venda que decorreram com total normalidade", pode ler-se num comunicado divulgado pelos leões nas redes sociais.

Assim sendo, os tais 57 bilhetes que sobram "servirão para diversas iniciativas de solidariedade que o clube e a Fundação Sporting irão proporcionar a sportinguistas anónimos".

O Sporting-Desportivo das Aves arranca às 17h15 de 20 de maio, no Estádio Nacional, em Oeiras. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.