O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Notícia Bola Branca

Benfica pede castigos a Patrício, Coentrão, Coates e Mathieu

08 mai, 2018 - 12:45 • João Fonseca

Sabe Bola Branca que os encarnados enviam à Comissão de Instrutores da Liga pedidos de processos sumaríssimos aos jogadores do Sporting, por faltas graves cometidas no dérbi.
A+ / A-

Rui Patrício, Fábio Coentrão, Coates e Mathieu, todos do Sporting, estão na mira da Comissão de Instrutores da Liga de Clubes.

Bola Branca sabe que o Benfica solicitou ao departamento a elaboração de processos sumaríssimos por "infracções graves" que não foram "julgadas, nem sancionadas" pela equipa de arbitragem liderada por Carlos Xistra, durante o dérbi de Alvalade, da 33.ª jornada, no sábado.

Segundo Bola Branca apurou, ao guarda-redes dos leões é imputada "entrada violenta" sobre Rafa Silva, ao minuto sete. Mathieu está em ponto de mira por ter pisado Fejsa "sem qualquer disputa de bola" entre ambos, lance ocorrido aos 45 minutos. Coates é acusado de, na segunda parte, ao minuto 78, ter "pisado o pé direito e o tornozelo direito" de Zivkovic. No caso de Fábio Coentrão, foi uma situação ocorrida num lance com Acuña, com o lateral do Sporting a afastar Samaris da confusão, colocando a mão no pescoço do grego, aos 65 minutos.

Desta forma, são quatro os jogadores do Sporting que os encarnados querem ver castigados. Bruno Fernandes não faz parte deste rol, já que viu cartão amarelo, após ter cometido a falta. O médio dos leões só será alvo de acção por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol caso seja a própria Comissão de Instrutores da Liga a avançar com o processo e nunca por solicitação de terceiros, ao contrário do que sucedeu com os restantes jogadores leoninos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel
    08 mai, 2018 Moura 15:46
    Não têm mesmo vergonha nenhuma, e então não pedem para o Rúbem Dias e para o Jardel ?
  • Americo
    08 mai, 2018 Leiria 15:22
    Isto é o cumulo.