O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​BE sobre o repto de Marcelo. “Aprovem as nossas propostas” anticorrupção

05 mai, 2018 - 14:22

Pedro Filipe Soares acredita que, até ao Verão, será “possível ter em lei a garantia de uma defesa do interesse público e da transparência no desempenho de cargos políticos ou de altos cargos públicos”.
A+ / A-

O Bloco de Esquerda (BE) espera que o desafio do Presidente da República ajude à aprovação das iniciativas de combate à corrupção e de transparência que o partido entregou na Assembleia da República.

Em reação à entrevista de Marcelo Rebelo de Sousa à Renascença e ao “Público”, o líder parlamentar bloquista, Pedro Filipe Soares, espera que este apelo do Presidente sirva de impulso a novas medidas.

“Há instrumentos jurídicos já apresentados na Assembleia da República capazes de responder ao repto do Presidente da República, mas não entrando nos problemas de constitucionalidade que iniciativas passadas tiveram”, afirma Pedro Filipe Soares.

“Por outro lado, demonstra também que é só uma questão de vontade política e, daí, juntamos ao repto do Presidente o repto do Bloco de Esquerda às restantes forças partidárias, para que aprovem as nossas propostas e com isso estaremos mais capazes de combater a corrupção no nosso país”, sublinha o líder parlamentar do BE.

Pedro Filipe Soares acredita que, até ao Verão, será “possível ter em lei a garantia de uma defesa do interesse público e da transparência no desempenho de cargos políticos ou de altos cargos públicos”.

Em entrevista à Renascença e ao jornal “Público”, o Presidente da República não fala de casos concretos, mas defende que as soluções legislativas de combate à corrupção não devem ficar pendentes de decisões judiciais.

“Se há necessidade de elaborar legislação que corresponda verdadeiramente àquilo que é fundamental para o país ou para o Estado de Direito democrático, então eu penso - mas está nas mãos dos partidos - que os partidos devem atuar”, diz Marcelo Rebelo de Sousa numa entrevista exclusiva à Renascença e ao Público, que será publicada na segunda e terça-feira.

Corrupção: Marcelo desafia partidos a “atuar” sem esperar julgamentos
Corrupção: Marcelo desafia partidos a “atuar” sem esperar julgamentos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.