A+ / A-
Fórmula 1

Vettel entrega favoritismo a Hamilton e à Mercedes

22 mar, 2018 - 14:26

O piloto alemão, da Ferrari, garante, contudo, que ele e a "scuderia" têm razões para estarem confiantes, na antecâmara da nova temporada de Fórmula 1, na conquista do título.
A+ / A-

Sebastian Vettel não nega que Lewis Hamilton, atual campeão do mundo, e a Mercedes são favoritos para a nova época de Fórmula 1, no entanto, lembra que a época é longa e garante que está confiante.

O primeiro Grande Prémio da temporada corre-se no fim de semana, em Melbourne, na Austrália, e o piloto e a equipa campeões agregam o favoritismo. Até para Vettel. "Acho que a Mercedes está certa e o Lewis está certo em serem os favoritos para este ano. Mas é uma época longa. Esta é uma corrida", lembra, na antevisão da primeira prova.

O piloto alemão, da Ferrari, garante que a sua equipa tem argumentos para disputar o Mundial com Hamilton e a Mercedes: "Todos estamos ansiosos com o arranque da época, para começarmos a correr. Temos todas as razões para estarmos confiantes. O nosso carro é ótimo. Há muito por esperar. Mas neste ponto não se sabe como estão os outros. Por isso não faz muito sentido dizer que se vai arrasar os outros. Estamos em boa forma. Podíamos estar melhor, mas é sempre assim.”

Vettel e Hamilton têm quatro mundiais, cada. Quem vencer este ano igualará Juan Manuel Fangio, no segundo lugar dos pilotos com mais títulos de F1 de sempre. O alemão pensa nisso, mas não se distrai:

“Eu não estou a estabelecer essas coisas e a olhar para o que tem possibilidade de acontecer. Se acontecer, significará muito, claro, mas, agora, não vejo vantagem em pensar ‘e se’. Tenho muito em mãos e estou satisfeito a ver o que está mesmo à minha frente, não para onde possa estar algum momento futuro. Muitas coisas precisam de se verificar para poder lutar pelo campeonato até final da época. E depois ganhá-lo.”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.