O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Seleção Nacional

70% dos convocados de Fernando Santos têm bilhete para a Rússia

15 mar, 2018 - 12:08

O selecionador nacional ainda afina as escolhas. Reconhece que Pepe e Danilo, em condições normais, farão parte da lista final.
A+ / A-

Fernando Santos tem dúvidas relativamente à convocatória final para o Mundial e assume-as, sem reservas. O selecionador revela que começou a trabalhar a convocatória para os amigáveis com Egito e Holanda com 36 nomes e terminou com 25.

Desafiado a definir uma percentagem de escolhas finais já integradas nesta lista, Fernando Santos acabou por dizer que "70% da convocatória final está aqui". O treinador português reforçou que a escolha não está a ser fácil e que "a convocatória de Março de 2016, para o Europeu, era mais próxima da final do que esta".

O selecionador sugere uma operação de somar para determinar o conjunto final: "Há vários jogadores que estiveram na convocatória de novembro e que não estão nesta, mas podem estar na fase final. Se juntarmos as duas convocatórias, a de Novembro e a de agora, estaremos muito perto de apresentar a lista definitiva".

Outros candidatos

Fernando Santos referiu vários nomes que estão bem presentes nas suas ideias. Pepe e Danilo, desde logo. O central e o médio estão lesionados, mas "em condições normais farão parte de uma convocatória final".

Ricardo Pereira, Neto, Bruma e Gonçalo Paciência, que foram chamados em novembro, são outros jogadores que têm boas possibilidades de convencer o selecionador.

A questão física será um critério que Fernando Santos irá medir, mas o treinador adverte que "o conhecimento da equipa e a forma de estar com a equipa são critérios que também vão pesar".

Portugal defronta Egito e Holanda, a 23 e 26 de março, respetivamente, na Suíça. Os jogos são amigáveis e servem de preparação para o Campeonato do Mundo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.