A+ / A-

​PAN saúda fim das garraiadas na Queima das Fitas de Coimbra

14 mar, 2018 - 14:44

Partido considera que o resultado da votação é um sinal de uma nova geração "desperta para mudanças sociais".
A+ / A-

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) saúda a decisão dos estudantes de Coimbra de acabar com a garraiada na Queima das Fitas, considerando o resultado um sinal de uma nova geração "desperta para mudanças sociais".

Os alunos da Universidade de Coimbra decidiram acabar com a garraiada na Queima das Fitas, com o "Não" a recolher 70,7% dos votos, no referendo realizado na terça-feira.

"A adesão dos estudantes a este referendo e os resultados são reveladores de uma nova geração que está desperta para as mudanças sociais de uma nova época e de uma nova consciência", sublinhou o deputado do PAN, André Silva, citado numa nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Para André Silva, a vitória do "Não" "vem reconfirmar que a esmagadora maioria dos portugueses rejeita a tortura de animais para divertimento e pede o fim da tauromaquia".

"É inequívoco que quem representa o futuro não se revê nesta prática", sublinha o PAN.

Na nota de imprensa, o partido recorda que já em 2016 a Queima das Fitas do Porto tinha optado por suspender a garraiada académica, pela falta de adesão dos estudantes.

"Mesmo que a garraiada não inclua, ao contrário das touradas, a parte mais sanguinária do espetáculo, esta prática já não é representativa dos estudantes", nota o partido.

Segundo o PAN, o resultado do referendo em Coimbra revela um "indício de que o cerco às touradas em Portugal e na Europa está a aumentar, com cada vez mais referendos e manifestações públicas que defendem a abolição da tauromaquia".

"As touradas só já são legais em oito países no mundo e as consciências estão a mudar naqueles, como Portugal, onde ainda são permitidas", frisou o partido, na mesma nota.

Na terça-feira, à pergunta "Deve o evento garraiada continuar no programa oficial da Queima das Fitas?", 70,7% dos estudantes que participaram no referendo responderam "Não", 26,7% "Sim", contabilizando-se ainda 49 votos nulos e 96 votos em branco, disse à agência Lusa o secretário-geral da Comissão Organizadora da Queima das Fitas (COQF) Manuel Lourenço.

Ao todo, registaram-se 5.638 votos, num universo de cerca de 24 mil estudantes, acrescentou.

A afluência às urnas para este referendo foi significativa, atendendo que nas eleições para a direção-geral da Associação Académica de Coimbra (AAC) participaram quase oito mil estudantes, em 2017, e menos de cinco mil, em 2016.

Segundo Manuel Lourenço, após este resultado, o Conselho de Veteranos, que é um dos órgãos tutelares da Queima das Fitas e que rege as atividades tradicionais terá "a palavra final".

No entanto, o secretário-geral da COQF não acredita que, "em momento algum, o Conselho de Veteranos não honre a vontade dos estudantes, até porque já disse que iria honrar" o desejo destes.

A Queima das Fitas de Coimbra realiza-se este ano de 4 a 11 de maio.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Aj
    14 mar, 2018 fafe 21:49
    Não sou apreciador de touradas , nem mesmo de garraiadas! No entanto tenho o máximo respeito por todos os que gostam desses espectáculos. O PAN desde que chegou á A.R. tem intensificado a sua luta pela protecção dos animais. Aos poucos estes adquirem mais direitos do que os humanos...Por Exp: É crime o abandono de animais ... Mas de idosos NÃO! É proibido abater animais nos canis municipais...Mas... o PAN defende a EUTANÁSIA! Abriram uma "guerra" contra as touradas, porque os touros são maltratados! Mas... há alguns anos, um jovem foi morto num combate de MMA e... ninguém ouviu qualquer reacção da parte do PAN ( ou de outro partido) na nossa assembleia, pedindo a proibição dessa modalidade! Penso que muitos dos que se manifestam contra a violência das touradas e pela defesa dos animais, deixam em casa os seus filhos a ver séries e filmes onde se cortam cabeças, se mostram autópsias e se rasgam os inimigos com armas automáticas. Que estranho ... a minha geração cresceu a ver filmes de Cwoboys, touradas... e, éramos mais pacíficos... Agora andam com os animais ao colo , fazem dos jardins e parques "as casas de banho", dos bichinhos...lutam contra os maus tratos a animais e...BASTA VER AS NOTÍCIAS para perceber " a paz que as novas gerações promovem" no seu dia a dia !
  • fanã
    14 mar, 2018 aveiro 20:37
    PARABÉNS !!!!!!!!.........................Já é um começo de civismo e respeito por os Animais !............ Mas moderem também as bebedeiras !
  • MASQUEGRACINHA
    14 mar, 2018 TERRADOMEIO 17:01
    Pum! Pum! Fisssssss... pum! Pum! (estralejar de festivos foguetes)! São estes momentinhos de alegria que mantêm acesa a esperança de que, devagarinho, muito devagarinho, talvez as coisas vão ao bom caminho... Parece-me uma amostragem bastante representativa - quem não votou devem ser os Não Sabem/Não Respondem e os Tanto Se Lhes Deu, portanto, sem especiais amores pelas lides tauromáticas, de sadismo mais ou menos soft, e com bichos mais ou menos capacitados para se defenderem. Boa.