O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Cinco tesouros portugueses entre os destinos sustentáveis do mundo

07 mar, 2018 - 18:59

Organização 'Green Destinations' distingue Açores, Cascais, Oeste, Sintra e Torres Vedras.
A+ / A-

As regiões dos Açores e Oeste e os concelhos de Cascais, Sintra e Torres Vedras, em Portugal, estão entre os melhores 32 destinos sustentáveis do mundo, que esta quarta-feira foram anunciados em Berlim, na Alemanha.

Na categoria de "Melhor do Planeta", o arquipélago dos Açores foi um dos distinguidos ao lado do Parque Nacional de Bali Barat (Indonesia), Clonakilty (Irlanda), Gozo (Malta), a Reserva natural de Grootbos (África do Sul), a região das altas montanhas de Pamirs (Tajiquistão), Jackson Hole & Yellowstone (Estados Unidos da América), Lake Tota (Colômbia), Ljubljana (Eslovénia), Mali Losinj (Croácia), Podcetrtek (Eslovénia), Santa Cruz, Galapagos (Equador), 'Slovenia Green Destinations' (Eslováquia) e Vail, Colorado (Estados Unidos da América).

Nesta categoria, são premiados os destinos que mostram liderança internacional e inovação em turismo responsável e sustentável em diferentes partes do mundo, segundo o site da organização Green Destinations.

Na categoria de "Melhores Cidades e Comunidades", Cascais, a região Oeste, Sintra e Torres Vedras figuram entre os vencedores ao lado de Zuid-Limburg (Holanda) e Tung Dap Village (Tailândia).

Estes locais foram considerados os melhores a nível mundial a proteger a sua cultura e tradições, envolvendo a comunidade local na defesa de um turismo sustentável e contra o chamado 'turismo de massas'.

Os prémios são atribuídos pela organização 'Green Destinations'.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.