O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Algarve Cup

Portugal conquista histórico terceiro lugar

07 mar, 2018 - 16:55

A seleção feminina conseguiu o melhor resultado de sempre na Algarve Cup, ao derrotar a Austrália, no jogo do bronze, por 2-1.
A+ / A-

Portugal conquistou o terceiro lugar da Algarve Cup, competição de seleções femininas, esta quarta-feira, ao derrotar a Austrália, no jogo da medalha de bronze, por 2-1.

Diante da quarta classificada do "ranking" FIFA, as comandadas de Francisco Neto entraram tímidas, mas, ao minuto 38, Nádia Gomes acreditou e desarmou uma defesa adversária. A bola fugiu-lhe e ficou em terra de ninguém. A guarda-redes saiu dos postes, Nádia correu para a bola. A jogadora do Orlando Pride ganhou a luta e fez o golo.

A Austrália pressionou e, nos descontos da primeira parte, num livre batido por Caitlin Cooper, para a área, Inês Pereira ficou aos papéis e a bola seguiu direta para a baliza. Na segunda parte, a equipa das "quinas" surgiu com outra atitude. Sem o domínio da bola, investiu no contra-ataque e, a cada subida à área australiana, fazia "sangue".

Assim foi aos 56 minutos, quando, após bela jogada de envolvimento, em contragolpe, Diana Silva atrasou para a entrada da área, onde surgiu Vanessa Marques, a disparar rasteiro, para um bom golo.

A seleção portuguesa continuou a dispor de excelentes oportunidades, contudo, para lá dos 80 minutos, foi assinalado penálti para a Austrália. Na cobrança, Emily Van Egmond atirou para a esquerda de Inês Pereira, que adivinhou o lado e defendeu, redimindo-se do erro no golo sofrido.

Medalha de bronze para Portugal, um resultado inédito, já que nunca tinha feito melhor, nesta competição, que o oitavo lugar. A seleção nacional continua, assim, na senda da história, depois de, no Euro 2017, ter assinado a primeira presença, a primeira vitória e o primeiro golo em fases finais de grandes competições seniores de seleções.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.