A+ / A-

Ministro da Agricultura diz que aumento dos preços para limpar matas é “o mercado a funcionar”

27 fev, 2018 - 21:35

Capoulas Santos afirma que não são só os privados a serem afetados pela situação, também o Estado está a enfrentar a situação.
A+ / A-

O ministro da Agricultura diz que o facto de os preços para a limpeza das matas estar a aumentar é “o mercado a funcionar”. Capoulas Santos comentou desta forma a notícia de que há empresas de limpeza de matas que estão a aumentar os preços.

Em alguns casos, os valores pedidos estão a aumentar para o dobro.

“Se há um excesso de procura, estamos num mercado que funciona, e se há um bem que é mais raro, o preço tem que ser mais elevado. Não é preciso ser um estudante de economia para chegar a essa conclusão”, afirmou o ministro da agricultura falava no final do seminário "Alterações Climáticas na Agricultura", promovido pela Confederação de Agricultores de Portugal.

“Tem que ser encontradas soluções em cada autarquia e no ministério da Agricultura porque temos o mesmo problema, temos áreas do Estado que temos de recorrer a empresa e o Estado não deixará de responder”, acrescentou.

O presidente da CAP, Eduardo Oliveira e Sousa, insistiu nas críticas à forma como o governo está a procurar garantir a limpeza das matas.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vasco
    28 fev, 2018 Santarém 21:36
    De facto os preços de tudo parecem estar a aumentar, chama-se a isto inflação, surpreende-me no entanto como o país governado por um grupo de partidos ditos de esquerda e que quando são oposição têm solução para tudo isto na defesa dos trabalhadores segundo a sua propaganda não têm agora mão na situação e cada qual faz o preço que muito bem entende para que daqui por algum tempo o país esteja de novo de pantanas.
  • nuno
    28 fev, 2018 Franca 06:42
    Nao vale de nada esconder os comentarios que se atribuem a lei da limpesa florestal ou seja lei da rolha.
  • nuno
    28 fev, 2018 Franca 05:10
    Como e possivel um ministro fazer esta lei da rolha? Ele nao sabe o que e uma cenoura. Criar boa floresta e boa madeira as arvores se devem concurenciar e nao e com distancia entre copas que isso acontece. O ministro ou foi mau aluno ou o prof era fraco.
  • Filipe
    27 fev, 2018 évora 22:47
    Ainda o PIB vai crescer devido aos fogos e este ano preparem-se , vai ser pior . Dá muito lucro a particulares e ao Estado que arrecada e desvia fundos da UE a custo da desgraça das pessoas .