O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Banco de Portugal não induziu negócio entre Santa Casa e Montepio

14 fev, 2018 - 12:10

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, sustenta que não tem de se pronunciar sobre o negócio.
A+ / A-

O governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, assegura que “o BdP não induziu a realização de qualquer negócio entre a Santa Casa de Misericórdia de Lisboa e a Montepio Geral Associação Mutualista”.

Carlos Costa está a ser ouvido no âmbito da Comissão de Trabalho e Segurança Social e da Comissão de Orçamento e Finanças e Modernização Administrativa.

No parlamento, o governador explicou que “o BdP não tem informação concreta sobre a compra da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa da participação que a Associação Mutualista tem na Caixa Económica Montepio Geral”.

Para o governador do Banco de Portugal, o regulador "não tem de se pronunciar sobre qualquer decisão de alienação do capital" do banco à Santa Casa.

Apesar de “não ter induzido o negócio”, nem ter “informação concreta”, Carlos Costa lembrou que o Banco de Portugal ainda poderá intervir no processo.

"Os termos [do negócio] podem estar sujeitos ao escrutínio do supervisor e ao subsequente condicionamento", e na sequência deste processo, "o Banco de Portugal pode, ou não, autorizar a transação em causa", admitiu Carlos Costa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • DR XICO
    14 fev, 2018 LISBOA 14:24
    Carlos Costa também garantiu em frente das câmaras das televisões que o BES era seguro e tinha uma almofada que o deixava descansado??? corroborado por Cavaco Silva que pediu aos portugueses para meterem dinheiro no BES... Monte Pio tem servido de almofada aos politicos reformados para se amanharem...
  • nica
    14 fev, 2018 Lisboa 14:02
    Mau negócio pelo que parece ,mais turbulência nos bancos só adiada ou resolvida?Quem sabe?O banco de Portugal não sabe ,mau sinal.