O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

CP. Descontos vão chegar a mais pessoas com deficiência a partir de Março

08 fev, 2018 - 00:20

Protocolo passa a abranger pessoas com mais de 60% de incapacidade.
A+ / A-

A CP e o Instituto Nacional de Reabilitação (INR) assinam esta quinta-feira um aditamento ao protocolo existente para passar a abranger também pessoas com mais de 60% de incapacidade. Vão ter 20% de desconto no bilhete para qualquer comboio.

O protocolo em vigor desde Abril de 2016 prevê um desconto de 75% no preço do bilhete em qualquer percurso em 2ª classe, nos comboios Alfa pendular, Intercidades, Regionais, Inter-regionais e Urbanos da CP para pessoas com incapacidade superior a 80%. Se precisarem de acompanhante, este só paga três quartos do valor do bilhete.

Em declarações à Renascença, a secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, revela que sempre houve intenção de alargar a medida a mais gente mas só agora foi possível.

A partir de 1 de Março, as pessoas com um grau de incapacidade igual ou superior a 60% e inferior a 80% passam a ter direito a um desconto sobre o valor da tarifa por inteiro para viajar em qualquer comboio da CP. Para tal, basta apresentar o Atestado Multiusos. “O objetivo é promover mais autonomia, prevendo as situações em que as pessoas têm menos rendimentos mas que, ainda assim, tenham a possibilidade de sair e de estarem ativas, inseridas na sociedade”, referiu Ana Sofia Antunes.

Nos últimos dois anos cerca de 100 mil pessoas usufruíram dos descontos. Com as novas regras, só este ano, esse número pode duplicar.

Apesar de não ter referido os valores envolvidos nesta medida social, a Secretária de Estado afirmou que um terço dos custos fica a cargo do Ministério da Segurança Social (através do Instituto nacional de Reabilitação) e os outros dois terços são suportados pela CP, no âmbito da política de responsabilidade social da empresa.

Ana Sofia Antunes revelou ainda que há negociações com outras empresas de transporte, em todo o país e em Lisboa, concretamente com a Carris, para alargar este benefício a mais pessoas com incapacidade reduzida.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • J.H.Lima
    08 fev, 2018 Albergaria-a-Velha 18:01
    Quem tem de 60 a 80% de invalidez só tem que apresentar no ato da compra do bilhete o respectivo atestado Multiusos e usufrui do desconto de 20%
  • antonio oliveira
    08 fev, 2018 Retaxo 10:00
    Um desconto... qual a percentagem, 5,.........50% (porque não indicam já) fica ao critério da CP'? Será que se tem que pedir um Cartão, como os reformados?(pois a CP não aceita apresentação do Cartão da Segurança Social)porquê ?