O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​Velho demais para conduzir trator?

07 fev, 2018 - 10:14 • Liliana Carona

“Sou o melhor tratorista da região”, diz Henrique Ferreira, de 90 anos.
A+ / A-
Liliana Carona - Tratorista renova carta aos 90 anos
Liliana Carona - Tratorista renova carta aos 90 anos

Veja também:


Tem 90 anos e acabou de ver renovada a sua licença de condução de trator. Diz que é o melhor tratorista da região e a idade não o impede de fazer aquilo que mais gosta. Agora só tem um desejo: que daqui a dois anos voltem a renovar a carta.

Todos os dias acorda com as galinhas, em direção à garagem. Henrique Ferreira, 90 anos, espera-lhe um dia de trabalho pela frente. “Tratar das pastagens, lavrar as terras, enfardar-se a palha seca”, diz enquanto aponta para o terreno circundante à sua casa, o agricultor que se gaba de ser o melhor tratorista da região.

“Todas as terras aqui já foram lavradas por mim. Não tenho medo nenhum, desde muito novo que passava as noites inteiras a lavrar, sou dos melhores tratoristas da região”, garante.

A esposa, Lurdes Paulino, de 89 anos, deixou de o acompanhar. ”Até aqui levava-me na caixa, agora paga multa, vai sozinho”, lamenta.

E sozinho lá vai ele, para o campo, ou à vila no seu trator, já é o quarto que tem. Os amigos dizem que ele é doido. “Dizem que já não tenho precisão para conduzir, mas todos os gaiatos da minha idade já estão no lar”, sorri.

A licença de condução de trator agrícola tem-na há 40 anos e foi renovada aos 90 anos de idade. Até Henrique Ferreira ficou surpreendido. “Renovei agora no final do ano, fiquei contente, passei na Junta Médica”, revela, exibindo o cartão que comprova as suas palavras.

Ter um trator não é só conduzir. Aos 90 anos, Henrique muda os pneus e bateria ao veículo. “Isto é uma máquina que está sempre a consumir, compro as baterias e os pneus, desmonto e monto”, esclarece.

Saiam da frente, Henrique Ferreira quer chegar a 2020 e poder renovar novamente a licença de condução. “Vamos tentar para 2020, a ver se tornam a renovar a carta”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Victor
    07 fev, 2018 Lx 14:00
    TRACTOR! parece que a renascença já adoptou a burrice do acordo (aborto) ortográfico!
  • Alves
    07 fev, 2018 Aves 12:07
    Mas que anedota!!