A+ / A-

Emissões poluentes. Carros VW que não forem reparados serão proibidos de circular

18 jan, 2018 - 09:13

O fabricante alemão revela que ainda há cerca de 22 mil viaturas por reparar.
A+ / A-

Os automóveis do grupo Volkswagen afectados pelo escândalo das emissões poluentes em Portugal são obrigados a ir à oficina para serem intervencionados. Os carros da VW, Seat, Audi e Skoda que não forem reparados ficam impedidos de circular nas estradas portuguesas.

O aviso é feito pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), em declarações ao "Jornal de Negócios".

"Os veículos para os quais já exista solução técnica aprovada pelo KBA [regulador alemão] e que, sendo notificados para a acção de reposição da conformidade, não sejam submetidos à reposição da conformidade" nos prazos fixados "serão considerados em situação irregular", disse fonte oficial do IMT.

Os carros que não forem intervencionados ficam sujeitos a chumbos nos centros de inspecção a partir de Maio de 2019. "Os veículos passam a ser reprovados em inspecção periódica sempre que não tenham efectuado as acções de ‘recall’ previstas para reposição da conformidade, nomeadamente relativas ao controlo das emissões poluentes", acrescenta a mesma fonte.

De acordo com dados recentemente divulgados pelo grupo automóvel, as marcas Volkswagen, Audi e Skoda já repararam 79,9 mil automóveis afectados pelo escândalo em Portugal. Estas três marcas tinham um total de 101,6 mil carros afectadas pelo software fraudulento em Portugal, restando agora 21,7 mil viaturas por reparar.

Em Setembro de 2015 rebentou o escândalo da manipulação de emissões poluentes pela Volkswagen, estimando-se que em todo o mundo tenham sido afectados 11 milhões de veículos pela fraude cometida pelo grupo, dos quais oito milhões na Europa.

O caso conhecido como "Dieselgate" levou o grupo a actualizar o software dos motores diesel em todas as suas marcas.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Jorge
    01 mai, 2018 Figueira da foz 10:47
    Corrigir o software é mais uma fraude em cima de outras fraudes. A União Europeia consente todo este crime à escala global. Em matéria ambiental não é só a VW que é irresponsável. É toda esta Europa submetida a uma Alemanha falsa e prejudicial. E não interessa se morrem 100.000 ou 1.000.000. Enquanto Berlin for o centro deste pseudo-mundo sujo e perigoso tudo estará bem. Belo planeta ficará para as crianças de hoje... papás e mamãs comprem carrinhos diesel hoje para um lindo sorriso negro dos vossos filhos amanhã. E aceitem vocês próprios serem manipulados formatando o vosso próprio "software". Isto não é só um Dieselgate. É mais que isso. Pelo menos aqui na Europa é um autêntico Humangate. Obrigado pela atenção.
  • Fatima santos
    21 jan, 2018 Pinhal Novo 08:11
    Ontem fiz comentario coloquei mail o mal sff solicito correçao obg
  • Fatima Santos
    21 jan, 2018 Pinhal Novo 07:59
    Ontem fiz um comentario mas coloquei o mail mal.
  • Fatima santos
    20 jan, 2018 Pinhal Novo 23:17
    Tenho uma VW passat 05/2011,fiz a recomendada visita a Oficina da Marca no distrito de Setúbal no dia 12-01-2018 sai com a informaçao que tudo estava bem .Hoje dia 20-01 cerca das 19 horas vinha na auto estrada de repente o carro perdeu a força e deixou de trabalhar ...chamei a Assist Viagem e tive de regressar a casa de Taxi da assist. Quanto a viatura ficou na base do rebocador ,não sei que fazer.... voltar a marca?!grande confusão!Somos obrigados a fazer algo q parece que é comprar incómodos e ,repararaçoes imprevistas !
  • Carlos Pereira
    19 jan, 2018 Ermesinde 23:45
    Na América a Volkswagen foi condenada a pagar e só foi por 600 mil carros e nós na Europa que são 8 milhões de carros não vemos nada, será que a Volkswagen têm imunidade na Europa, faz o que quer. Tenho uma viatura que já foi feito o recall e fiquei com imensos problemas na qual a oficina da marca diz que não é defeito é característica, nós pagamos por uma viatura e agora ninguém é responsabilizado.
  • Carlos Pereira
    19 jan, 2018 Ermesinde 09:40
    Na América a Volkswagen foi condenada a pagar e só foi por 600 mil carros e nós na Europa que são 8 milhões de carros não vemos nada, será que a Volkswagen têm imunidade na Europa, faz o que quer. Tenho uma viatura que já foi feito o recall e fiquei com imensos problemas na qual a oficina da marca diz que não é defeito é característica, nós pagamos por uma viatura e agora ninguém é responsabilizado.
  • Filipe
    19 jan, 2018 évora 00:41
    Desde que me lembre do aparecimento das Centralinas nos automóveis e já em 1993 era possível num simples Clio modificar a programação , hoje continua-se a modificar os chips ou até a colocar outros vendidos em toda a parte . Só aqueles que percebem de canetas e papeis não imaginam o que anda por trás , não admira depois de reprogramados dizerem que os carros não andam ... para andarem tem de beber bem e poluir muito !
  • Carlos Manuel
    18 jan, 2018 Rua dos salgueirinhos n°59 1.centro frente cova gala Figueira Da Foz 22:12
    Eu pergunto se a vlkswagen e culpada quem paga esa revisão
  • Silvia.lemos
    18 jan, 2018 Coimbra 20:27
    Tenho um seat Ibiza a gasolina de 1983. Tenho que me deslocar a oficina para arranjar o carro ? Obrigado
  • Paulo
    18 jan, 2018 Ereira-Cartaxo 18:20
    Boicote a marca por parte de que compra ...autoeuropa tambem representa um entrave nisto tudo . A tugalandia é pequena demais