A+ / A-
Primeira Liga

Chaves vence jogo de loucos com auxílio do vídeo-árbitro

12 jan, 2018 - 22:31

Desportivo de Chaves 4-3 Vitória de Guimarães. Primeira parte de luxo, com golos em sucessão, valeu o preço do bilhete. No último minuto da compensação, um pénalti descortinado com recurso ao vídeo-árbitro consumou vitória época dos "valentes transmontanos".
A+ / A-

O Desportivo de Chaves venceu o Vitória de Guimarães (4-3) esta sexta-feira, num monumental jogo de futebol que inaugurou a segunda volta do campeonato.

Pelos primeiros 45' protagonizados na cidade flaviense, o encontro de abertura da jornada 18 da Primeira Liga candidatou-se claramente a um dos melhores na época 2017/18.

E terminou com triunfo decidido com recurso ao vídeo-árbitro (VAR), numa noite em que o "ketchup" saiu todo da garrafa, totalizando sete golos.

O filme do jogo

Os 3.436 espectadores que assistiram "in loco" ao desafio não podiam pedir uma primeira parte mais espectacular. Seis golos em 44' fizeram desta a etapa inaugural mais electrizante do campeonato, até agora.

Os minhotos colocaram-se cedo a vencer por dois golos, com Hurtado (10') e Raphinha (16') a deixar antever uma tarefa fácil. Nada mais falso. Em três minutos, os flavienses igualariam o "score", com um pénalti convertido por Pedro Tiba (35') e uma finalização à "boca" da baliza de Davidson (38'), com assistência do sportinguista Matheus Pereira.

Certo é que, um minuto volvido, Tallo Júnior voltaria a dar vantagem à equipa de Pedro Martins. E, praticamente em cima do intervalo, Davidson "bisou" (44') e encerrou a contagem antes do regresso bem merecido dos artistas aos balneários.

Ora, pelo que parece, as "balas" acabariam por ser todas gastas na primeira metade. Na etapa complementar, o ritmo do despique manteve-se bem alto mas a finalização, essa, nem por isso, não obstante as constantes tentativas de ambos os conjuntos de colorir ainda mais um "gordo" marcador.

Todavia, o Chaves acabaria por ser feliz com a infelicidade dos outros e com um auxílio precioso do vídeo-árbitro.

Em período de compensação, Kiko, suplente lançado por Pedro Martins ainda no decorrer da primeira metade, desviou a bola de forma ostensiva com o braço, dentro da sua área. Tiago Martins recebeu a indicação do VAR, ainda foi consultar as imagens e apontou para a marca do castigo máximo.

Depois de Davidson, também Tiba "bisou", sentenciando a vitória para a equipa da casa.

Vamos a contas

O Chaves, de Luís Castro, conseguiu dar resposta ao empate caseiro com o Desportivo das Aves (1-1), isolando-se no sétimo posto, com 26 pontos.

Os vitorianos, que somaram a quarta derrota consecutiva na Primeira Liga, são oitavos, com 23, perdendo cada vez mais terreno na corrida pelos lugares que dão acesso às competições europeias.


Ficha de Jogo

Primeira Liga: 18ª Jornada
Estádio Municipal Engº Manuel Branco Teixeira, Chaves
Àrbitro/vídeo-árbitro: Tiago Martins (AF Lisboa) / Fábio Veríssimo (AF Leiria)

Desportivo de Chaves
António Filipe; Paulinho, Maras, Domingos Duarte e Djavan; Jefferson, Pedro Tiba e Bressan; Matheus Pereira, William e Davidson.
Jogaram ainda: Jorginho, Platiny e Nuno André Coelho.
Treinador: Luís Castro.

Vitória de Guimarães
Douglas; Victor García, Jubal, Marcos Valente e Vigário; Rafael Miranda e Francisco Ramos; Heldon, Hurtado e Raphinha; Tallo Júnior.
Jogaram ainda: Kiko, Sturgeon e Rafael Martins.
Treinador: Pedro Martins.

Golos: Hurtado (10'), Raphinha (16'), Pedro Tiba (pénalti, 35'), Davidson (38'), Tallo Júnior (39'), Davidson (44') e Pedro Tiba (90'+4).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.