A+ / A-

Palavras de Trump foram “duras e ofensivas”, diz jornal do Vaticano

12 jan, 2018 - 18:42

L’Osservatore Romano refere-se na sua edição de sábado às palavras de Trump sobre países em desenvolvimento.
A+ / A-

As palavras usadas pelo Presidente Donald Trump para se referir a países em desenvolvimento foram “duras e ofensivas”, considera o jornal do Vaticano “L’Osservatore Romano”.

O jornal baseia-se em relatos publicados na imprensa americana, sobre uma reunião em que Donald Trump terá dito que os Estados Unidos não querem mais imigrantes do “Haiti e outros países merdosos”.

Esta sexta-feira, perante as notícias, Trump afirmou no Twitter que tinha usado palavras duras, mas não essas que lhe estão a ser atribuídas.

Na sua edição de sábado, publicada sexta-feira à tarde, o “L’Osservatore” escreve que “Trump usou palavras particularmente duras e ofensivas sobre imigrantes de El Salvador, Haiti e alguns países africanos. A expressão deu aso imediatamente a controvérsia e indignação”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel Vaz
    13 jan, 2018 Braga 19:29
    A ser verdade, essas palavras ou outras, ainda mais grossas, deveriam ser dirigidas aos governantes desses países que, com a sua governeçao, incompetente e corrupta, obrigam a população a emigrar. Vejam o caso da Venezuela, etc,etc.
  • Mario
    13 jan, 2018 Portugal 16:05
    Mas também foram verdades que o Vaticano nao tem inteligência para o ver.... Ou melhor assobia para o lado.....
  • Marcio
    12 jan, 2018 Braga 22:07
    Até o Vaticano se mete onde deveria amenizar
  • Maria
    12 jan, 2018 Porto 22:00
    Não seria mais útil falar menos acerca deste idiota? É que já me começo a sentir também meia doente mental!!
  • LIBERDADE SEMPRE
    12 jan, 2018 Portugal 20:27
    »»Esta sexta-feira, perante as notícias, Trump afirmou no Twitter que tinha usado palavras duras, mas não essas que lhe estão a ser atribuídas«« Bem se lhe atribuíam algumas (palavras) e ele não gostou, então que dizer agora também que ofendeu outros países. Acho que é altura de todos os americanos ACORDAREM. Sr. Presidente, acho que o sr. deveria conter-se mais no que diz. Aliás devia-se recordar de os valores dessa nação, valores esses que o sr. como Presidente e ainda mais que todos os outros deveria dar o exemplo. Não é o caminho das ofensas baratas que vão levar a que pensem melhor do sr. Há uns tempos atrás foi uma Sra. dizer na UE, em tom de ameaça verbal. Sobre os países que foram contra a situação de Jerusalém. Foi dito que os países que votaram contra que depois se precisassem dos states eles teriam uma palavra. Ora isto é puramente ameaça psicológica. Lembre-se que os states assim como todos os países à superfície deste planeta, precisam uns dos outros. A arrogância por vezes é má. O eu não preciso de ninguém, não é bem assim. Veja o que tem acontecido no seu país. Incêndios, tornados, etc, etc. Mas quem sofre com isso OS AMERICANOS. Pense no seu povo, um pouco de humildade ficar-lhe-ia melhor. O caminho que tem seguido de ataques verbais a outros países em nada o favorece.
  • Mafurra
    12 jan, 2018 Lisboa 19:49
    Uma besta ! Como é que uma criatura destas chega a Presidente duma nação. Seja ela qual for.