A+ / A-

Dragão tem de vencer na Feira para colher os proveitos do dérbi

03 jan, 2018 - 11:15

Os dragões poderão ganhar terreno a um dos rivais, que se defrontam no dérbi da Luz, ou aos dois, se baterem o Feirense. Pontapé de saída às 20h15, no Estádio Marcolino de Castro. Relato na Renascença e acompanhamento em rr.sapo.pt.
A+ / A-

O FC Porto visita o reduto do Feirense, esta quarta-feira, com a hipótese de pôr os rivais Benfica e Sporting, em dia de dérbi, sob pressão.

Sérgio Conceição não acredita que a jornada seja decisiva, no entanto, a verdade é que os dragões poderão ganhar terreno a um dos rivais - ou aos dois. Para isso, terão de fazer o seu trabalho e bater o Feirense.

Sem o lesionado Otávio e o castigado Herrera, que estava a fazer uma das melhores séries de jogos, desde que chegou ao Dragão, Sérgio poderá optar por André André, embora Sérgio Oliveira também se afigure como hipótese, para fazer dupla com Danilo. Óliver é a opção menos provável.

Nuno Manta Santos não pode contar com Cris, que está lesionado, e tem Nascimento, Babanco e Etebo em risco de exclusão. Relativamente aos dois últimos, fica a dúvida: valerá a pena arriscar ficar sem eles para o próximo jogo, frente ao Estoril, equipa do mesmo "campeonato"?

Está tudo nas mãos (ou pés) dos artistas. O Feirense-FC Porto arranca às 20h15 de quarta-feira, em Santa Maria da Feira. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.


Primeira Liga: 16ª Jornada
Estádio Marcolino de Castro, Santa Maria da Feira
Árbitro: Fábio Veríssimo

Equipas prováveis

Feirense
Caio Secco; Jean Sony, Flávio Ramos, Nascimento e Tiago Gomes; Babanco, Tiago Silva e Luís Aurélio; Etebo, João Silva e Edson Farias.
Treinador: Nuno Manta Santos.

FC Porto
José Sá; Ricardo Pereira, Felipe, Marcano e Alex Telles; Corona, Danilo Pereira, André André e Brahimi; Marega e Aboubakar.
Treinador: Sérgio Conceição.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.