A+ / A-
Benfica

Dérbi não é decisivo para Rui Vitória. "Falta mais de uma volta"

02 jan, 2018 - 19:40

Treinador do Benfica não se foca no resultado do embate com o eterno rival Sporting. Até porque ainda "falta mais do que uma volta para se jogar" na Primeira Liga desta época.
A+ / A-

Se o Benfica perder o dérbi com o Sporting não ficará desde já arredado da corrida pelo título de campeão. A leitura, considerada factual, leva o treinador dos encarnados a não entrar na "onda" do rótulo de "decisivo" para o encontro com os leões, a contar para a jornada 16 da Primeira Liga.

"Não vejo a situação dessa maneira", salientou Rui Vitória, na projecção de um "jogo apetecível" e com o desejo de que os "benfiquistas saiam satisfeitos da Luz.

"Há ainda 19 jornadas pela frente. É importante mas a partir daí também falta mais do que uma volta para se jogar. Há campeonatos decididos entre os grandes, há campeonatos que são decididos nas outras partidas. Amanhã, jogando em nossa casa, diante de um adversário de qualidade, vamos querer ganhar", afirmou o técnico dos tetracampeões nacionais, esta terça-feira, em conferência de imprensa.

E a referência temporal e cronológica do que fica a faltar de rondas do campeonato acabou por ser um denominador comum às respostas que se seguiram. Basta atentar no "troco" que Rui Vitória deu quando confrontado sobre uma maior pressão do lado das águias.

"Já fizemos muitos jogos destes. São intensos, disputados, com a adrenalina no limite. É mais um jogo. São duas equipas que terão de se respeitar, porque têm enorme qualidade. Não acrescenta nem mais nem menos pressão. Estes jogos qualquer equipa gosta de ganhar. São muito bem diusputados e equilibrados mas também temos de pensar que, ganhando ao Sporting, estamos no caminho certo. Mas há muito mais jogo pela frente. É um campeonato de pontos até ao final. As equipas têm de ser fortes até ao final. Depois deste, há mais 18 jogos pela frente", salientou.

Falhanço na Europa e taças. "Ninguém varre a poeira para baixo do tapete"

Ora, num outro prisma, é "enfrentando a realidade" e sem arrependimentos eternos quanto ao passado recente que o Benfica terá de entrar com tudo no dérbi eterno. Até porque o campeonato é o que resta, até final da época.

"Quando as situações são factuais, não há que estar a lamentar. Se meter mal o pé nas escadas, não posso recuperar. Importa é pensar nos passos a seguir. Temos o campeonato pela frente, que é um objectivo que temos. Aqui ninguém varre a poeira para baixo do tapete. Temos consciência do que foram os nossos desempenhos. Temos de enfrentar as dificuldades e tentar superá-las permanentemente", completou.

O Benfica-Sporting realiza-se esta quarta-feira, às 21h30. O dérbi de Lisboa tem relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Lagarto Pintado
    02 jan, 2018 Estádio 20:58
    Decisivo para o SLB é por-se a andar já, ele e o Vieira! É mau de mais o que se está a passar com o clube e eles são os dois principais culpados!