O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​Quer passar o ano no Cristo Rei?

29 dez, 2017 - 16:57 • Ângela Roque

Santuário de Almada propõe uma passagem de ano diferente: rezar com vista para o Tejo.
A+ / A-

O Santuário do Cristo Rei, em Almada, prepara-se para acolher quem ali quiser passar o ano em oração, festa e convívio.

“Vamos repetir a iniciativa. Em certa medida, já é uma tradição. Mesmo que agora eu quisesse dizer 'este ano não se faz', já não posso”, diz à Renascença o reitor do santuário, o padre Sezinando Alberto.

Há oito anos que a noite de 31 de Dezembro para 1 de Janeiro é passada naquele santuário da diocese de Setúbal em “ambiente celebrativo cristão”.

“O centro da vida cristã é a eucaristia, portanto, [às 22h00] vamos celebrar missa em acção de graças pelo ano que termina e pelo que começa”, explica.

Segue-se “a adoração eucarística, de cerca de uma hora”, seguida de convívio. “Nós, os cristãos, não somos intimistas, não somos à parte, não podemos – e até eu sou contra isso – estar fechados numa capela a rezar, enquanto os outros lançam foguetes e andam a festejar”, explica o padre.

Por isso, à meia noite em ponto, os participantes já estarão “a ver o fogo-de-artifício do miradouro do Santuário”.

A confraternização “costuma durar até às duas da manhã” e inclui lanche partilhado. “Todos os anos o Santuário procura oferecer alguma coisa, neste caso chá, bolo-rei, alguns fritos, como sonhos, e o champanhe para comemorarmos. As pessoas trazem o resto e há sempre um momento de convívio”, explica.

Mais do que turismo

O responsável pelo Santuário do Cristo Rei reconhece que o miradouro é um dos principais atractivos, pela vista privilegiada que oferece sobre Lisboa. Mas garante que são cada vez mais os que visitam o local por razões de fé.

“Desde Sintra até à baixa de Lisboa e Cacilhas, daqui vê-se o fogo de artifício de todo o lado, o que é bastante interessante. O Santuário tem-se estado a afirmar nos últimos anos e já conseguiu transformar aquilo que era um miradouro meramente turístico num local onde as pessoas podem encontrar Deus” e “descobrir ou redescobrir os valores da fé cristã”, diz.

A procura crescente prova que estão “no caminho certo”. “Tenho aqui capelão e, por exemplo, nesta semana do Natal temos confessado bastante gente. Isto é muito importante.”

As inscrições estão abertas até domingo, pelo telefone do Santuário (212 751 000) ou pelo email media@cristorei.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria José Ribeiro
    30 dez, 2017 Almada 22:11
    Gostaria de participar.