O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Santana e o Montepio. “A iniciativa não foi, de facto, da Santa Casa"

21 dez, 2017 - 00:45

Antigo provedor desmente António Costa que, esta quarta-feira, no Parlamento disse que a "manifestação de interesse" ao Governo sobre o Montepio teria partido da Santa Casa.
A+ / A-

O ex-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Santana Lopes, reitera que a eventual entrada daquela entidade no capital do Montepio não partiu da instituição.

"Se as pessoas forem aos jornais de há meses atrás, verão declarações de membros do Governo e minhas, entrevistas a televisões, nas quais está lá claro. Eu ontem [terça-feira] pus no comunicado o que é que se passou e não vou voltar a repetir o que está no comunicado, a iniciativa não foi, de facto, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa", disse.

De acordo com Santana Lopes, que falava aos jornalistas em Portalegre à margem de uma acção de campanha para a liderança do PSD, todo o processo partiu de outras entidades.

"O processo nasceu, julgo até também do Banco de Portugal, do Montepio, de conversas de um projecto talvez do Montepio. À Santa Casa só podia ser uma entidade a propor, a tutela da Santa Casa é o Ministério da Solidariedade e da Segurança Social", disse.

"O Governo fez aquilo que entendeu dever fazer. Eu tal, como disse no comunicado, que o assunto foi tratado com cortesia e com correcção, falo verdade. Se as pessoas lerem o comunicado todo e não só as partes que mais lhes convêm, está lá tudo e nomeadamente de quem foi a iniciativa", acrescentou.

O líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, introduziu hoje no debate a questão da eventual entrada da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa no capital do Montepio, questionando "a que título" o ministro do Trabalho, Segurança Social e Solidariedade "solicitou à Santa Casa que investisse no capital" do banco.

O primeiro-ministro recuperou, a este propósito, um comunicado emitido na terça-feira pelo ex-provedor da Santa Casa e candidato à liderança do PSD, Pedro Santana Lopes.

Nesse comunicado, Santana Lopes lembra que, quando deixou funções, estava em curso uma auditoria e ainda nenhuma decisão tinha sido tomada.

"A auditoria continua, não está concluída e continua a não estar tomada qualquer decisão", assegurou António Costa.

Sobre este tema, gerou-se uma discussão entre o líder parlamentar do PSD e o primeiro-ministro sobre quem tinha tomado a iniciativa de sugerir esta operação, depois de António Costa ter dito que a "manifestação de interesse" ao Governo sobre o Montepio teria partido da Santa Casa.

"Veio agora mudar o filme da história. É bom para sabermos quem está a mentir, se é a Santa Casa ou o primeiro-ministro", acusou Hugo Soares.

O deputado do PSD criticou ainda uma expressão utilizada recentemente pelo primeiro-ministro, que se referiu a 2017 como "um ano saboroso", perante funcionários portugueses de instituições em Bruxelas.

"Depois de todo este debate, ficou muito claro que este ano para os portugueses foi um ano bem penoso e a responsabilidade é sua", acusou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Fernando Silva
    17 jan, 2018 Reboleira-Lisboa 21:49
    Porque a RR tirou a noticia onde dizia,:Foi o ministro do trabalho e seg.social que sugeriu a entrada da Santa Casa no Montepio?porque tiraram a noticia? Foi Costa que mandou? Ou fui Rio ? Porquê a intervenção do ministro da Rarissimo vir dizer na véspera de eleições no PSD para comprometer Santana.Rui e Costa têm que explicar bem isto.Rui ou explica ou está hipotecado ao PS de Costa.Vergonha!Este Costa com tiques de ditador penetra em todo lado.Vejam os ditadores do mundo, fazem assim Espero que os Portugueses alimentem ditadores ou delfins de socrates com politicas idêntica e de engano.Rio e Costa expliquem-se o Rarissimo não conta.
  • americo
    10 jan, 2018 queluz 15:51
    santana lopes ja me mete nojo,este gajo nao tem um minimo de brio de homem com H GD,que pulha e insuportavel este chulo da sociedade portuguesa,e antonio costa ate deve gostar,teem a mesma escola,e o povo na miseria
  • Albertoneves
    23 dez, 2017 Amadora 16:32
    É assim que o PS mantem o défice baixo . Põem o povo a pagar 💰 uma vez mais os buracos dos bancos . Sendo o dinheiro dos pobres através da Santa Casa, não conta para o defice. Desavergonhados !
  • Luis
    21 dez, 2017 Lisboa 09:25
    Mais uma trapalhada do "Menino Trapalhão". O asqueroso como com a candidatura a líder do grupo no PSD teve que abandonar o tacho da Santa Casa só agora é que vem com esta treta. Ou seja como pensa que já tem um novo tacho garantido a primeira coisa que fez foi morrer a mão de quem lhe deu o tacho anterior. Andamos a levar com este escroque há quarenta anos a mamar de tacho em tacho. Cada vez mais senil e mais inútil.