A+ / A-

FIFA castiga Timor-Leste com sete derrotas

12 dez, 2017 - 16:52

Selecção asiática utilizou jogadores inelegíveis no apuramento para a o Mundial, sendo, também, multada em 60 mil euros.
A+ / A-

O Comité Disciplinar da FIFA sancionou a selecção de Timor-Leste com sete derrotas, na fase de qualificação para o Mundial 2018, e uma multa de cerca de 60 mil euros, devido à utilização de jogadores inelegíveis.

Segundo explicou o Comité Disciplinar (CD), em comunicado, a sanção deve-se à utilização "de um total de nove jogadores inelegíveis devido à sua nacionalidade". A decisão está relacionada com uma sanção anterior da Confederação Asiática de Futebol (AFC), que rege o futebol asiático.

Timor-Leste foi eliminado na segunda ronda de qualificação, tendo terminado o Grupo A no último lugar, com dois empates e seis derrotas, em seis partidas, dois golos marcados e impressionantes 36 sofridos.

O CD da FIFA também puniu a Nigéria, com uma derrota, por 3-0, diante da Argélia, jogo disputado a 10 de Novembro de 2017, quando as "super águias" já se tinham qualificado para a Rússia, pela utilização irregular de Abdullahi Shehu, que estava suspenso.

Edwin Cardona, internacional colombiano, foi suspenso por cinco partidas, por um "gesto discriminatório para um adversário", no particular com a Coreia do Sul, a 10 de Novembro, que os "cafeteros" venceram, por 2-1.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.