O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Assessor histórico troca PSD por Belém

07 dez, 2017 - 20:41

Zeca Mendonça era funcionário do partido social-democrata desde 1974. Vai reforçar a equipa de Marcelo Rebelo de Sousa.
A+ / A-

O histórico assessor de imprensa do PSD Zeca Mendonça vai deixar as funções de diretor do gabinete de imprensa dos sociais-democratas para reforçar a equipa de assessoria do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Esta notícia foi avançada pelo jornal 'online' Observador, e confirmada à agência Lusa por fonte oficial da Presidência da República.

José Luís Mendonça Nunes, conhecido por 'Zeca Mendonça', é funcionário do PSD desde 1974, tendo começado como segurança, e está no gabinete de imprensa deste partido há 40 anos, desde 1977.

Como assessor de imprensa, trabalhou com 16 presidentes do PSD - ou 17, caso se conte com Leonardo Ribeiro de Almeida, que presidiu à Comissão Política quando Francisco Sá Carneiro liderava o partido e era primeiro-ministro.

No último Congresso do PSD, em Espinho, em 2016, Zeca Mendonça recebeu um aplauso, de pé, dos delegados, durante uma homenagem aos funcionários do partido.

Actualmente, o gabinete de imprensa do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é composto pelo antigo jornalista da Renascença e da TVI Paulo Magalhães e por Ricardo Jorge Branco, que está na Casa Civil desde o tempo de Aníbal Cavaco Silva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.