A+ / A-

Com os Xutos e familiares na galeria, Parlamento aplaude de pé Zé Pedro

07 dez, 2017 - 13:34

Deputados aprovam por unanimidade um voto de pesar apresentado pelo presidente da Assembleia da República.
A+ / A-
A homenagem do Parlamento a Zé Pedro, com Xutos e familiares na galeria
A homenagem do Parlamento a Zé Pedro, com Xutos e familiares na galeria

O Parlamento aplaudiu esta quinta-feira de pé e aprovou por unanimidade um voto de pesar apresentado pelo presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, pela morte na semana passada do músico da banda Xutos & Pontapés Zé Pedro.

Nas galerias do Parlamento presenciaram este acto quatro irmãos e a mulher de Zé Pedro, assim como Tim, Kalú, Gui e João Cabeleira, os restantes elementos deste conjunto que marcou o rock português.

No voto, da autoria de Eduardo Ferro Rodrigues, considera-se que Zé Pedro foi "um dos ícones da cultura popular contemporânea" e "um músico, um divulgador de músicas e de músicos", sendo "um apaixonado pela vida e com uma curiosidade insaciável sobre os movimentos do mundo e as novas tendências do pop e rock".

"Era um homem com qualidades invulgares e com uma generosidade contagiante. Um símbolo de uma geração que se transformou numa referência de todas as gerações", salienta-se no mesmo texto.

Neste voto, entre outros aspectos, faz-se ainda alusão ao facto de o antigo Presidente da República Jorge Sampaio ter condecorado em 2004 os Xutos & Pontapés.

Quando Zé Pedro contou como foi o primeiro concerto dos Xutos
Quando Zé Pedro contou como foi o primeiro concerto dos Xutos
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Filipe
    07 dez, 2017 évora 13:53
    Todos os jovens em Portugal deverão seguir os passos copiados por gente formatada do sucesso , isto é ; começarem carreiras banhados em drogas , álcool e afins , apanharem doenças contagiosas para ser o Estado a tratar de graça e depois chegarem ao fim de carreira no cemitério ! Mais gente normal sem "doping" passa despercebida ao Parlamento e se um atleta do desporto lhe apanham uma milésima parte de droga no sangue , é excluído , banido e torna-se má referência para os jovens , não percebo porque gente do cinema e da música ou da tv , que levam ou levaram uma vida agarrados a vícios proibidos , destrutivos do ser humano , continuam a ser UNS GRANDES HERÓIS DO POVO .