A+ / A-

Médico português é um dos mais influentes do mundo

05 dez, 2017 - 07:31

Entre os "100 Mais Influentes" surgem nomes como Melinda Gates e Yoshinori Ohsumi, Nobel da Medicina de 2016. O oftalmologista português João de Deus diz ter ficado surpreendido com prémio.
A+ / A-

O oftalmologista português João de Deus integra uma lista das 100 personalidades "mais influentes da saúde a nível mundial" e foi o único português a receber um prémio de personalidade da saúde mais influente internacionalmente.

O galardão de "Personalidade Mais Influente do Sector da Saúde" na categoria “Associações e Federações” foi entregue a João de Deus pelo grupo editorial brasileiro "Grupo Mídia", que, segundo uma informação divulgada pela Ordem dos Médicos, tem várias publicações especializadas na área.

João de Deus é membro do Conselho Nacional da Ordem dos Médicos e presidente da Associação Europeia dos Médicos Hospitalares. No próximo ano, vai coordenar na Europa a criação de uma academia na área da certificação e formação em liderança clínica.

Um dos objectivos desta academia europeia é "tornar os médicos líderes não apenas tecnicamente, mas também do ponto de vista da gestão e liderança de equipas", explicou o oftalmologista à agência Lusa.

A ideia seria ainda criar uma certificação europeia em liderança dirigida especialmente para clínicos.

Além da área da liderança, João de Deus destacou-se pelo trabalho desenvolvido quanto à transferência de tarefas médicas para outros profissionais de saúde ('task shifting'), tendo desenvolvido vários estudos sobre esta temática.

O médico considera que esta transferência de competência, iniciada como experiência nalguns países, "comporta riscos" e pode levar à "diminuição da qualidade dos cuidados prestados aos doentes".

Uma surpresa

"As experiências de transferências de tarefas não têm sido propriamente positivas", afirmou à Lusa, sublinhando a necessidade de coordenação e supervisão médica nas equipas.

O oftalmologista admite ter ficado surpreendido com a atribuição de um dos prémios nas 10 categorias das 100 personalidades mais influentes do mundo, distinção que recebeu no mês passado, na Alemanha.

"É a distinção de todo o trabalho de uma equipa, tanto na Associação Europeia dos Médicos Hospitalares como na Ordem dos Médicos", afirmou.

João de Deus foi membro da direcção da Ordem dos Médicos entre 1999 e 2010 e integra, desde o início do ano, o Conselho Nacional da Ordem. Além da carreira hospitalar, é professor na Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa e fez parte do Comité Permanente dos Médicos Europeus (CPME) e do Secretariado Nacional do Sindicato Independente dos Médicos (SIM).

É o único português no top 10 dos "100 Mais Influentes do sector da Saúde", premiados em 10 categorias: Associações e Federações, Negócios, Indústria, Inovação, Hospitais, Educação e Investigação, Referência, Gestão, Filantropia e Sustentabilidade.

Entre os "100 Mais Influentes" surgem nomes como Melinda Gates, copresidente da Fundação Bill & Melinda Gates (na categoria Referência), ou Yoshinori Ohsumi, Nobel da Medicina de 2016 (categoria Educação e Investigação), segundo uma nota da Ordem dos Médicos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Francisco Aleixo
    15 dez, 2017 Fátima 18:02
    Tudo o que se possa dizer sobre este senhor,é pouco.Grande homem! Grande profissional!Fui operado por ele aos meus olhos e só posso dizer bem.Maravilha! Pelo que conheço e sei,não só como profissional, mas também como chefe de família. Parabéns doutor pela distinção.É merecida! Aleixo e Carmelita
  • Germano Sousa Bernardo
    06 dez, 2017 Amora - Seixal 09:13
    Somos 10 ou 11 milhões (contando os emigrantes). Não temos só o melhor jogador e treinador do Mundo!!!...Tivemos o Nobel da literatura José Saramago..temos jovens na área da ciência...que infelizmente tem de ir para estrangeiro!!!....País pequeno...mss grande nas suas gentes....faz muitas vezes de cobaia na Europa....por medo e falta de dignidade Nacional de certos governantes....sempre a servirmos de exemplo às várias Troikas....com várias ameaças de banca rota!!!...Portanto parabéns ao Dr. João de Deus...e a outros que não conhecemos e que têm muita qualidade e competência!!!...Senhores Governantes....não deixem partir a nossa juventude que tem qualidade...porque senão....ficam cá.... só os Velhotes!!...
  • Ana Branca
    06 dez, 2017 Portugal 01:51
    Grande médico! De uma humildade incrível, operou me! É de um carinho imenso com todos os pacientes! E ainda por cima tem sentido de humor ! Uma família bonita , sabe dançar e gosta de gatos! Acham que com tantas qualidades não deveria ser premiado? 😊💙
  • Scheila
    05 dez, 2017 Maceió 19:59
    Engraçado...entre o 100 e os brasileiros no topo onde estão aqui nessa matéria facionista? Entre os 100 não é o primeiro! Tanta lambecao de botas .
  • LGS
    05 dez, 2017 lisboa 12:43
    Os meus parabéns Dr. João de Deus, um trabalho e uma vida reconhecida internacionalmente.
  • Maria Santana
    05 dez, 2017 Lisboa 11:08
    Parabéns Dr. João de Deus, há sempre quem reconheça o bom desempenho e dedicação à carreira
  • Armando
    05 dez, 2017 Londres 09:30
    São estes feitos que tornam orgulhosos de sermos Portugueses.Se o Governo der a ferramenta,ou seja a educação, nós faremos o resto,pois somos tão capazes,ou melhores do que muitos por esse Mundo fora.