O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar GENESIS - IN TOO DEEP Acabou de Tocar

ProgramasRubricasSugestoesMusicasVozesPodcast
  • GENESIS - IN TOO DEEP
    10:14

  • LIGHTHOUSE FAMILY - AIN'T NO SUNSHINE
    10:11

  • BOB MARLEY - COULD YOU BE LOVED
    10:6


Insira o dia e a hora a pesquisar
:




Entrar Renascença V+
Renato Duarte à conversa com Bryan Adams

"
  • Áudio Primavera - The Gift

  • Vídeo The Gift: a não perder dia 2 de Junho no Rock in Rio!

  • Áudio Music - The Gift

  • Áudio Fácil de Entender - The Gift

  • Áudio Driving You Slow - The Gift

Pink Floyd do século XXI

17-10-2014

Um regresso com cheiro a despedida

Fonte Aumentar Letra Diminuir Letra

Com uma larga legião de seguidores, e apesar de oficialmente já não existirem como banda, o grupo tem continuado a lançar novidades e, inclusive, tem procurado apelar aos que começaram agora a despertar para o fenómeno Pink Floyd com aplicações para telemóveis, por exemplo, mas também com a edição ou reedição de alguns trabalhos.

“The Endless River” é o nome do novo disco dos Pink Floyd, um disco que segundo a banda – tal como existe agora – é uma homenagem a Rick Wright, o teclista que faleceu em 2008. Trata-se de um trabalho emocional, onde David Gilmour e Nick Mason optaram por evocar momentos que partilharam com Rick.

O novo CD contém maioritariamente material compilado durante as gravações de “The Division Bell”, em 1993. Uma forma de mostrar o forte contributo que Rick teve para a música da banda e, segundo Mason, “como a sua maneira de tocar traduzia o espírito dos Pink Floyd”.
10 de Novembro é a data prevista para o lançamento de “The Endless River”, um álbum que, tal como se se tratasse de um medicamento, somos aconselhados a consumir como se fosse um LP duplo, com quatro lados, mesmo quando adquirido noutros formatos. Pode esperar um álbum instrumental que contém uma canção “Louder than words”.

Está visto que o mês de Novembro vai, definitivamente, ser o mês Pink Floyd. Em Portugal, dias 13 e 14 de Novembro a Renascença apresenta-lhe também o espectáculo dos Brit Floyd, o melhor espectáculo de tributo aos Pink Floyd.

Agora só não vale é perguntar a Roger Waters como foi a criação deste “The Endless River”, o músico já mostrou o seu desagrado em relação a quem ainda lhe pergunta coisas sobre as novidades da banda. Diz que já deixou a banda há 29 anos e que as pessoas que ainda estão baralhadas deviam “orientar-se”, ou usando a expressão original de Waters: “get a grip”.


Alinhamento de “The Endless River”:

Lado 1
Things Left Unsaid
It’s What We Do
Ebb And Flow

Lado 2
Sum
Skins
Unsung
Anisina

Lado 3
The Lost Art Of Conversation
On Noodle Street
Night Light
Allons-y (1)
Autumn’68
Allons-y (2)
Talkin’ Hawkin’

Lado 4
Calling
Eyes To Pearls
Surfacing
Louder Than Words

Imprimir Enviar por E-mail
PARTILHAR

  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.




INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO