O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar JOE COCKER / JENNIFER WARNES - UP WHERE WE BELONG Acabou de Tocar

ProgramasRubricasSugestoesMusicasVozesPodcast
  • JOE COCKER / JENNIFER WARNES - UP WHERE WE BELONG
    17:53

  • PHIL COLLINS - AGAINST ALL ODDS
    17:43

  • COLDPLAY - A SKY FULL OF STARS
    17:38


Insira o dia e a hora a pesquisar
:




Entrar Renascença V+
Uma encomenda inesperada!

"
  • Áudio Golden Days - Mónica Ferraz

Estreia já esta 5ª-feira!

26-02-2015

Um musical sobre Jesus com Mia Rose! "Godspell" marca a estreia de Mia Rose nos musicais, com Bruno Xavier no papel de Jesus e o actor Manuel Moreira no de Judas

Fonte Aumentar Letra Diminuir Letra

Da Broadway para Portugal, "Godspell" regressa a Lisboa 40 anos depois da sua primeira exibição e marca a estreia da atriz e cantora Mia Rose em musicais. O espetáculo vai estar em cena no Teatro Tivoli BBVA de 5 a 15 de Março (dia 27 no Teatro Aveirense) com apoio Renascença.

Esta semana o Renato Duarte esteve com a Mia Rose nos ensaios de "Godspell" e o Carlos Bastos convidou o Bruno Xavier e o Manuel Moreira (que fazem as personagens de Jesus e Judas) e Gimba, que fez a adaptação das músicas para português... Oiça aqui de novo a entrevista!


"Godspell" retrata a vida pública de Jesus, narrada através de uma série de parábolas do Evangelho segundo São Mateus, intercaladas com canções inesquecíveis dos mais variados estilos musicais, desde o pop, ao rock, passando pelo folk, gospel e vaudville, como o célebre “Day by day”. Uma peça que conjuga alegria, tristeza, humor e drama, num espetáculo de ritmo intenso, sempre num clima de grande proximidade aos espetadores.
 


Além de Mia Rose, conhecida dos portugueses pela sua participação na televisão em séries juvenis e concursos de talentos, o espetáculo conta ainda com as participações de Bruno Xavier, no papel de Jesus, e do actor Manuel Moreira, que faz de Judas. Criado por Stephen Schwartz (vencedor de três Óscares da Academia e quatro Grammys) e John-Michael Tebelack, esta nova versão portuguesa de "Godspell" reúne um grande elenco, com os melhores artistas da nova geração, numa versão mais fresca e renovada da peça que fez um enorme sucesso na Broadway quando se apresentou pela primeira vez em 1971.


A versão portuguesa de "Godspell" tem adaptação, direção e encenação de Matilde Trocado, direção musical de Artur Guimarães, a adaptação das músicas esteve a cargo de Gimba e a Coreografia é de Paula Careto numa produção da Courtesyland.


Exibido de quinta a domingo, no Teatro Tivoli BBVA em Lisboa, os bilhetes já estão à venda em locais como Fnac, Worten, El Corte Inglés, Campo Pequeno ou através da ticketline, entre muitos outros, com preços entre os 12,5€ e os 22,5€.


Esta é já a segunda vez que "Godspell" é representada em Portugal. A primeira vez foi em 1975, no Teatro Villaret, com a participação de atores tão reconhecidos como Rita Ribeiro, Carlos Quintas, Joel Branco e Vera Mónica.


Informações:

05 a 15 de Março
Quinta e sexta-feira 21h30 | Sábados 16h00, 21h30 | Domingos 16h00
Preços entre os 12,5€ e os 22,5€

Facebook:

www.facebook.com/godspellemportugal

Segundo Pedro Madeira Rodrigues, produtor e responsável pela Courtesyland:

Agora que a peça voltou a ser exibida na Broadway, achamos que era a altura ideal para a trazer de novo a Lisboa. É uma peça muito interessante, com uma mensagem muito positiva, que conjuga na perfeição as passagens bíblicas com as músicas e danças contemporâneas. Apesar de já ter sido interpretada por inúmeras companhias internacionais, acreditamos que esta nova versão vai ser um sucesso, não só pelo elenco escolhido, como por toda a equipa técnica que está a trabalhar neste projeto. É um enorme desafio, mas também uma grande satisfação poder partilhá-la com todos os portugueses”.
 

Sobre Matilde Trocado:
Mestre em teatro, com especialização em encenação, pela Escola Superior de Teatro, Matilde Trocado fez também formação de ator com Juan Carlos Corazza em Madrid, formação para Encenação de Musicais na National Operatic of Dramatic Art e vários cursos de Artes Performativas na Stagedoor Manor Performing Arts School e no Broadway Dance Center, em Nova Iorque. Atualmente, dá aulas de Teatro Musical na Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa e colabora com a Plano 6, como encenadora. O seu trabalho tem sido desenvolvido, sobretudo, na área do teatro musical, com destaque para os projetos “Wojtyla”, do qual foi também autora, “1906” (musical do Sporting) e “O Quadro”.


Sobre Artur Guimarães
:
Com uma enorme experiência em musicais, Artur Guimarães escreveu, orquestrou e dirigiu peças como “Scents of Light”, “Feiticeiro de Oz”, “Aladino”, “Pinóquio”, “Cinderela 21”, “A Ilha do Tesouro”, “Fado – História de um povo”, “From a Distance”, “Indira”, “Zorro”, “Quebra-Nozes no gelo”, “Draculea Experience”, “Branca de Neve no Gelo” e “A Volta ao Mundo em 60 minutos”. Mas não só. Dirigiu “Fame”, “Rent”, “J.C. Superstar”, “La cage aux foles”, “Wojtyla” ou “Tomorrow Morning” e compôs, produziu e interpretou diversos spots, jingles, temas e canções originais para novelas, documentários, filmes de animação e curtas metragens. Em co-produção com a DYGRAFILMS, escreveu a banda sonora do filme “El sueño de una noche de S. Juan”, foi pianista da orquestra da Galiza, diretor musical do filme em Portugal e vencedor do prémio Mestre Mateo 2005, na categoria de melhor banda sonora original. É também a ele que se devem os bailados “Ballet from Oz” e “Cinderella XXI”.

 

 

Imprimir Enviar por E-mail
PARTILHAR

Edições Anteriores
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.




INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO