Legionella detectada em fábrica de Sines

11 dez, 2014

As análises à água da empresa são repetidas esta sexta-feira. Mas não há, para já, risco para a população, nem nenhum caso reportado.

A fábrica Euroresinas, na zona Industrial de Sines, está encerrada desde esta quarta-feira porque foram detectadas colónias de legionella na água da torre de refrigeração da empresa.

A descoberta resultou de análises de rotina efectuadas no dia 27 de Novembro. Os resultados positivos foram conhecidos esta quarta-feira. Por iniciativa da própria empresa, a laboração foi suspensa ainda durante o dia de ontem e assim vai ficar até que o reinício da actividade seja considerado seguro.

Fernanda Santos, delegada de Saúde de Sines, explicou à Renascença que não há, até ao momento, noticia de qualquer pessoa infectada com a bactéria da legionella e que estão a ser tomadas todas as precauções. "Foram detectadas em análises de rotina legionella nas águas da torre de arrefecimento da Euroresinas. Acontece que são análises de rotina e que não houve nenhuma pessoa doente. Neste momento nós não temos ninguém doente e o mais provável é não vir a ter. Foram tomadas medidas imediatas, foi parada a fábrica. Na sexta-feira vamos fazer novas análises", disse.

A delegada de Saúde do Alentejo Litoral, que ao final da tarde assinou um comunicado conjunto com o presidente da Câmara de Sines, diz que, para já, não parece haver um risco directo para a população daquela localidade alentejana.

"Neste momento não estamos muito preocupados com a população de Sines porque a Euroresinas não é uma fábrica que esteja localizada dentro da cidade, como estava no caso de Vila Franca. É uma fábrica que está na zona industrial. Estamos a fazer o acompanhamento dos trabalhadores através da medicina de trabalho da empresa", acrescenta Fernanda Santos.

A Euroresinas é uma empresa do grupo Sonae Indústria que se dedica à produção de resinas sintéticas.

A legionella, ou doença do legionário, contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) pela bactéria, de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.

Um recente surto em Vila Franca de Xira fez 11 mortos e mais de 330 infectados. Teve origem numa torre de arrefecimento da empresa Adubos de Portugal e o Ministério Público está a investigar a hipótese de um crime ambiental.

O que é a legionella? Perguntas e respostas