O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Organização Mundial de Saúde

Tuberculose recua pela primeira vez no mundo

11 out, 2011

Ainda assim, a OMS não deixa de apelar à continuação da luta contra as variantes da doença resistentes aos medicamentos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou hoje que a tuberculose recuou pela primeira vez no mundo. O relatório anual da organização revela que houve uma descida de 1,4 milhões no número de infectados de 2009 para 2010.

Ainda assim, a OMS não deixa de apelar à atenção às variantes da doença resistentes aos medicamentos. A luta contra a tuberculose multirresistente necessita de ser mais financiada, diz o relatório, com pelo menos mais mil milhões de dólares (730 milhões de euros) no próximo ano.
 
Em 2010, 46 mil pessoas em todo o mundo receberam tratamento contra a tuberculose multirresistente, apenas 16% da população atingida por esta variante da doença. 
 
Os doentes nesses casos são vítimas de uma bactéria que deixa de responder ao tratamento habitual de seis meses e são submetidos a outra terapia que
se prolonga por dois anos e recorre a medicamentos mais fortes e mais caros.
 
Na última década, os progressos mais notórios ocorreram no Quénia e na Tanzânia. Dois outros avanços assinalados no combate à doença ocorreram no Brasil
e na China, onde o número de mortos baixou de 200 mil para 50 mil no espaço de 20 anos.