O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

Idosa espanhola decide "restaurar" pintura de Cristo em igreja

22 ago, 2012

As boas intenções nem sempre acabam bem e a imagem do mural, pintada no século XIX,  mais parece um desenho infantil.
Ceclilia Gimenez, uma octogenária de Borja, diz que avisou o padre que ia retocar a pintura de Elias Garcia Martinez que estava na parede da igreja. Mas o trabalho bem intencionado não saiu bem e agora ainda não se sabe se será possível recuperar a obra original.
Sem pedir autorização, mas cheia de boa vontade, uma espanhola octogenária resolveu “restaurar” um fresco numa parede da Igreja do Santuário da Misericórdia, em Borja, Saragoça.

A pintura em causa é “Ecce Homo”, da autoria de Elías García Martínez.

Segundo o conselheiro da Cultura do Consistório, Juan María de Ojeda, a autora do restauro foi uma habitante local, de 80 anos, que actuou de forma espontânea e “sem dizer nada ninguém”, escreve o jornal "El País". Quando se apercebeu do estado em que a obra ficou, a idosa avisou o responsável do património cultural de Borja.

A autarquia assegurou já ter contratado uma equipa de especialistas em restauro que está a realizar um relatório sobre a recuperação da obra, que poderá ter início depois de os danos terem sido avaliados.

O fresco tinha sido doado por Elías García Martínez à cidade de Borja, onde costumava passar férias e onde as obras de arte são geridas pelo Centro de Estudos Borjanos (CEB).