“Tenho três 'boca de sapo' e não me desfaço de nenhum”

22 mai, 2015

A paixão de um colecionador de Matosinhos. O Citroen DS "chama muito atenção, porque é diferente de qualquer outro".
“Tenho três
“Tenho três
Adelino Correia, cidadão de Matosinhos, é colecionador de "bocas de sapo", o famoso modelo da Citroen que assinala este ano o 60º aniversário. Caracterizados e elogiados pelo seu conforto, suspensão, facilidade de condução e ainda a linha inconfundível que lhe confere um estilo único e sofisticado. Estes carros são "uma paixão" para Adelino. Admitiria vender "qualquer um dos outros carros" mas os Citroën "nunca".

Adelino Correia, cidadão de Matosinhos, é colecionador de "bocas de sapo", o famoso modelo da Citroen que assinala este ano o  60º aniversário. Tem três exemplares do modelo que é uma das suas paixões.

“É uma paixão, uma paixão já de muito jovem. Aliás, digo muitas vezes que poderia vender qualquer um dos outros carros, mas os Citroën nunca, porque é um carro que eu gosto muito e quero manter”, diz à Renascença Adelino Correia, profissionalmente ligado à reparação automóvel, ainda que ao serviço de outra marca.

O coleccionador destaca nos “boca de sapo” o conforto, a suspensão, a facilidade de condução e a inconfundível linha que dá ao carro um estilo único e sofisticado.

O modelo tem muita procura em Portugal, mas não há muitos disponíveis. O facto de os interessados terem de os procurar no estrangeiro inflacciona os preços e esta é uma das razões que o levam a ter "apenas" três exemplares.

Adelino Correia trata dos seus carros com grande dedicação, não olhando a preços para os manter em bom estado. A manutenção previne qualquer contratempo que o impeça de passear, sozinho ou com amigos coleccionadores.

O carro, diz, "chama muito atenção, porque é diferente de qualquer outro. Vai-se a conduzir e repara-se que as pessoas param e apontam, acham graça ao carro, e começam até a saudar quem vai a conduzir. É, realmente, um carro que não passa de despercebido".