Imã de mesquita em Oslo atacado à machadada

17 jun, 2014

Em 2006 a mesquita de Oslo, Jamaat Ahle-Sunnat, foi atacada por quatro jovens muçulmanos, mas mais recentemente tem havido incidentes atribuídos à extrema-direita.
O imã da principal mesquita de Oslo foi atacado segunda-feira à noite, quando se dirigia de casa ao local de culto para conduzir a orações.

Nemat Ali Shah, de 57 anos, foi abordado por um homem encapuzado, que desferiu vários golpes com um pequeno machado. O imã ficou ferido nas mãos e na cabeça e foi conduzido ao hospital, onde se encontra ainda, em estado considerado estável.

A polícia remeteu mais declarações para uma conferência de imprensa esta terça-feira, mas adianta que está à procura do suspeito.

Não foi dada nenhuma indicação do motivo do crime, mas o historial da mesquita indica que tanto se pode tratar de um crime de ódio anti-islâmico, levado a cabo eventualmente por um activista de extrema-direita, como de um ataque motivado por divisões internas da comunidade muçulmana de Oslo.

Em 2006 a mesquita de Oslo, Jamaat Ahle-Sunnat, foi atacada por quatro jovens muçulmanos, mas mais recentemente tem havido incidentes atribuídos à extrema-direita.

A comunidade muçulmana tem aumentado na Noruega, mas ainda assim chega apenas a 3.4% da população. A maior concentração é mesmo em Oslo, onde os muçulmanos compõem mais de 8%.

Ao longo dos últimos anos tem havido alguns incidentes levados a cabo por ódio anti-islâmico.