Imã turco com licença para "rockar"

16 jun, 2014

Ahmet Tuzer tem planos para ir a Nova Iorque em Outubro para actuar ao lado de músicos judeus e cristãos, numa iniciativa inter-religiosa.
Imã turco com licença para "rockar"
O imã turco que foi alvo de um inquérito em 2013 por ter formado uma banda rock, pode afinal continuar a cantar com os restantes músicos dos FiRock.

Ahmet Muhsin Tuzer, que desempenha o cargo na pequena vila costeira de Kas, foge ao estereótipo de líder islâmico: não usa barba, casou com uma cristã (que entretanto se converteu) e, mais recentemente, começou uma carreira musical num género musical com nenhuma tradição no Islão.

Nove meses depois de ter instaurado o inquérito, o Directório dos Assuntos Religiosos, um órgão governamental que supervisiona as actividades de todos os imãs sunitas do país, decidiu arquivar o processo e permitir a Tuzer que continue a ser vocalista dos FiRock.

O cantor foi, todavia, admoestado por ter criticado o processo a que foi sujeito.

A Turquia é um dos poucos exemplos de um país oficialmente islâmico que é simultaneamente uma democracia funcional e livre, mas, ao longo da última década, sob o auspício do partido da Justiça e do Desenvolvimento, têm aumentado as leis e medidas oficiais de tendência islamita, como, por exemplo, maiores dificuldades na venda e publicidade a bebidas alcoólicas e o levantamento da proibição de funcionárias públicas de usar véus islâmicos.

Tuzer considera-se uma prova de que o Islão tem outra face: “Esta decisão é histórica. Mostra que não somos muçulmanos radicais. Este é o Islão da Paz, porque, sabem, eu amo todas as pessoas”.

A abertura do inquérito inicial acabou por ser benéfica para os FiRock, que viram a sua popularidade a aumentar muito. Desde então a banda foi convidada a actuar nos Estados Unidos e tem já um concerto planeado para Julho, na Turquia, esperando 20 mil espectadores.

O Imã Tuzer tem também planos para ir a Nova Iorque em Outubro para actuar ao lado de músicos judeus e cristãos, numa iniciativa inter-religiosa.