|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

Igreja encontra solução temporária para desalojados na Amadora

12 mai, 2014

Problema surgiu na passada semana, quando a câmara demoliu as casas ilegais do bairro de Santa Filomena.

Cinco das dez pessoas que ficaram desalojadas depois das demolições no bairro de Santa Filomena, na Amadora, vão ficar numa sala cedida pela igreja matriz.

Segundo apurou a Renascença, esta é uma solução temporária para o problema que surgiu na passada semana, quando a câmara demoliu as casas ilegais do bairro de Santa Filomena.

A família de cinco pessoas faz parte do grupo, que neste fim-de-semana, ocupou a igreja da Amadora em protesto contra as demolições.

Depois de uma reunião, que decorreu esta manhã com um representante do Patriarcado de Lisboa, chamado a mediar o conflito, foi encontrada esta solução transitória.