Caminho de Santiago chega a Viseu e Aveiro

07 jan, 2014

Cinco municípios esperam beneficiar do potencial cultural e turístico de desenvolvimento económico que as peregrinações a Santiago de Compostela representam.

Os municípios de Vouzela, Tondela, Oliveira de Frades, Sever do Vouga e Albergaria-a-Velha e a Turismo Centro de Portugal (TCP) assinam na quarta-feira um protocolo para implementação do Caminho de Santiago no âmbito de uma estratégia de reforço do turismo religioso.

O presidente da TCP, Pedro Machado, disse à agência Lusa que tem havido "um trabalho afincado no reforço de um produto que é o turismo religioso, nos seus três eixos", nomeadamente o culto mariano, o turismo judaico e o Caminho de Santiago.

Quarta-feira, em Vouzela, os três concelhos do distrito de Viseu e dois do distrito de Aveiro vão comprometer-se a implementar o traçado do Caminho Português de Santiago dentro do seu território.

Estes municípios terão que elaborar um traçado oficial para ser homologado, que deverá ir ao encontro do caminho já existente no litoral, conhecido como Caminho Principal.

Segundo Pedro Machado, haverá uma parceria com a associação de peregrinos Via Lusitana, entidade com a qual a TCP tem trabalhado desde o início.

"A associação Via Lusitana trabalha a dimensão do caminho e, em particular, da peregrinação. Portanto, nós desde o início trouxemos a associação Via Lusitana connosco para que reforçássemos essa identidade e a autenticidade do caminho", justificou.

Com a assinatura deste protocolo, os cinco municípios esperam beneficiar do potencial cultural e turístico de desenvolvimento económico que as peregrinações a Santiago de Compostela representam.