|

Consagração do mundo a Maria é dia especial para Portugal

13 out, 2013

D. Manuel Clemente diz que no ano da fé a mensagem de Fátima ganha nova relevância.

A consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria é um dia especial para a Igreja portuguesa, mas sobretudo para o mundo, considera o patriarca D. Manuel Clemente.

“Ficamos muito contentes como católicos e como portugueses, porque isto passa por nós, por aquilo que é o Catolicismo português e o que oferece à Igreja Universal concretamente através de Fátima, que antes de mais Nossa Senhora nos quis oferecer.”

Em declarações à Renascença, D. Manuel Clemente diz que no ano da fé a mensagem de Fátima ganha nova relevância.

“É motivo de contentamento e regozijo e tudo isto se insere e ganha relevo no ano da fé, que tem esta componente mariana fortíssima, e depois com tudo aquilo que a própria mensagem de Fátima nos transmite de conversão ao Evangelho, e uma vida mais conforme aos mesmos ditames evangélicos. É essa a mensagem de Fátima e se ela é sempre importante, no tempo que vivemos quer em Portugal quer no mundo é muito particularmente importante”, considera o Patriarca de Lisboa.

O Papa Francisco consagrou este domingo o mundo ao Imaculado Coração de Maria, no final de uma missa em que estiveram presentes mais de 300 mil pessoas.

A imagem de Nossa Senhora de Fátima, que costuma estar na capelinha das Aparições, viajou para Roma especialmente para o efeito.