O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

Ministério Público investiga eventual favorecimento de Relvas a Passos

20 fev, 2013

Decorrem dois inquéritos relativos à altura em que Pedro Passos Coelho trabalhava na Tecnoforma e Miguel Relvas era secretário de Estado da Administração Local.
O Ministério Público está a investigar eventuais favores de Miguel Relvas a Pedro Passos Coelho. A notícia é avançada esta quarta-feira, pelo jornal “Correio da Manhã”.

Segundo o diário, há dois processos a correr no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP): um em Lisboa, outro em Coimbra. A Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, terá dado luz verde aos inquéritos.

Ambos os processos têm como objectivo investigar alegados favorecimentos de Miguel Relvas à empresa onde trabalhava Pedro Passos Coelho, a Tecnoforma, antes de ser primeiro-ministro.

Os factos investigados remontam à altura em que o actual ministro adjunto era secretário de Estado da Administração Local e têm a ver com a atribuição de fundos comunitários a acções de formação na Tecnoforma.