O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

António Borges diz que os empresários portugueses “são ignorantes”

29 set, 2012

Conselheiro do primeiro-ministro para as privatizações defende que baixa da TSU “é extraordinariamente inteligente”, os empresários é que não perceberam.
António Borges diz que os empresários portugueses “são ignorantes”

O conselheiro do primeiro-ministro para as privatizações diz que os empresários portugueses são ignorantes ao criticarem a descida da taxa social única (TSU) proposta pelo Governo. António Borges, que falava esta manhã no Fórum Empresarial Algarve, em Vilamoura, diz que a medida é inteligente, só os empresários é que não a perceberam.

“Que a medida é extraordinariamente inteligente, acho que é. Que os nossos empresários, que se apresentaram contra a medida, são completamente ignorantes, não passariam no primeiro ano do meu curso da faculdade, isso não tenham dúvida”, afirmou António Borges.

Admitindo que a “medida que implica perda de poder de compra para muita gente”, o conselheiro de Passos Coelho lembra que “qualquer pessoa que acha que o programa de ajustamento português se faz sem apertar o cinto está com certeza um bocadinho a dormir, não é verdade”.

Porque, adverte o antigo director do Fundo Monetário Internacional para a Europa, “se todo o nosso problema foi andarmos a gastar demais durante nos e anos e anos, agora temos de gastar menos, não é verdade”.