RR
|

António José Seguro

"Foi para isto que pediram tanta austeridade?"

30 jun, 2012

António José Seguro deixa a pergunta a Pedro Passos Coelho numa altura em que se sabe que o défice aumentou no primeiro trimestre.

"Foi para isto que pediram tanta austeridade?"

O secretário-geral do Partido Socialista afirma que o Governo falhou e agora os portugueses perguntam-se sobre os resultados de tanta austeridade.

António José Seguro, que falava no congresso da distrital do partido em Braga, referiu-se aos números divulgados ontem pelo Instituto Nacional de estatística que apontam para um défice de 7,9% do PIB no primeiro trimestre do ano, o que equivale a uma "derrapagem" de cerca de três mil milhões de euros.

Seguro considera que com estes dados está provado que a política do Executivo falhou e pergunta "para que serve esta receita que o Governo está a impingir aos portugueses?"

“Cada português pergunta-se: ‘Foi para isto que me pediram tantos sacrifícios? Foi para isto que deixei de ter menos dois salários como trabalhador na Função Pública? Foi para isto que me retiraram metade do subsídio de Natal o ano passado?’. Eu perguntei isto ao primeiro-ministro e o primeiro-ministro não respondeu e nós sabemos porquê: porque o primeiro-ministro não tem resposta para o falhanço da execução orçamental que está em curso no nosso país”.

O líder socialista reafirma que "há outro caminho" que passa por uma "dose adequada" de austeridade aplicada a um "ritmo" menos intenso, com "pelo menos mais um ano para consolidar as contas públicas" e ainda pela prioridade ao emprego e ao crescimento económico.

Seguro defendeu ainda que o Governo deveria "lutar" para que o Banco Central Europeu (BCE) pudesse financiar directamente os Estados, de forma a conseguir juros mais baixos.