Educação

Escolas públicas em queda no ranking das melhores

15 out, 2011

Nos primeiros 20 lugares da lista elaborada pelo jornal “Público” não figura nenhum estabelecimento público do ensino básico e secundário.
Escolas públicas em queda no ranking das melhores
Escolas públicas em queda no ranking das melhores

As escolas privadas voltam a liderar os rankings do ensino básico e secundário. Segundo as tabelas realizadas pelo jornal “Público”,  há cada vez menos estabelecimentos públicos nos 50 melhores classificados.

Os critérios, seguidos por este jornal, têm em conta os oito exames mais concorridos, feitos na primeira fase. Foram excluídos os alunos externos, os que queriam fazer melhoria e os auto-propostos.

Nos primeiros 20 lugares do ranking das escolas elaborado pelo jornal  “Público” não figura nenhum estabelecimento público do ensino básico e secundário.

Já se alargarmos o leque às 50 melhores apenas encontramos dez escolas secundárias públicas, mas na tabela do básico só aparecem dois estabelecimentos públicos.

Duas escolas privadas do Porto lideram os rankings. No secundário, o Colégio Luso-Francês é primeiro com uma média de 14,46 numa escala de 0 a 20.

No básico, o topo da tabela é ocupado pelo Externato Nossa Senhora da Paz, que nos dois exames do 9.º ano, Português e Matemática, obteve uma média de 4,04 numa escala de 1 a 5.

A Escola Secundária Infanta D. Maria, de Coimbra, volta a ser a pública mais bem classificada, mas desceu oito lugares. Está agora em 21.º.

No básico,  a melhor escola pública é o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga que surge na posição 29.

Confira a lista das 50 melhores escolas do básico e do secundário.