RR
|

Ministra da Justiça diz que está a "apanhar" porque mexeu em interesses

24 out, 2014

Paula Teixeira da Cruz antevê a continuação de notícias sobre problemas no Citius.

O Governo tocou em interesses e está agora a pagar por isso. A ministra da Justiça atribui às reformas feitas e às que ainda vai fazer a origem de notícias sobre problemas na plataforma informática Citius.

“Ao reformar e aos fazermos as reformas que fizemos e as outras que se avizinham tocámos em interesses. Eu estranhava já que não tivesse sido aproveitado um outro pretexto porque quem reforma toca nestes interesses, cria condições para o fim da impunidade, tem que apanhar, obviamente”, disse Paula Teixeira da Cruz.

A governante lembra que se continua a falar sobre a alegada falta de processos naquela plataforma informática. Paula Teixeira da Cruz não tem dúvidas: as notícias sobre este assunto vão continuar.

“Os arautos da desgraça falavam em dois anos para recompor o Citius. O Citius foi recomposto assim que se detectou o problema em 15 dias e levantadas as comarcas. Uma vez conseguido isto, ‘afinal faltam processos no Citius’. É evidente que desafiámos a indicarem-nos quais eram os processos até porque tínhamos tido o cuidado de fazer 'backups' de tudo, por isso não podia faltar nada”, disse.

Paula Teixeira da Cruz acrescenta que “ainda hoje estão à espera” que lhes digam quais são os processos que faltam.

A ministra da Justiça falava no primeiro dia das jornadas parlamentares conjuntas do PSD e do CDS, que decorrem no Parlamento.